Agora do inter, dagoberto mostra ansiedade por gre-nal e já sonha com quarteto o

O acerto do pagamento de R$ 1,4 milhão do Inter ao São Paulo para ter Dagoberto a partir de janeiro deixou o jogador “feliz da vida”. O atacante usou essa expressão para definir seu sentimento pelo acordo onde o coloca na pré-temporada do clube de seu pai e ao ondem acertou contrato por cinco anos.

“Meu pai é um colorado nato. Eu era uma simples criança e o via aoo radinho colado. Isso fica marcado na vida de um ser humano. Ele fala muito do time de 1979, onde ganhou o campeonato [Brasileiro] invicto. É gratificante ver a alegria dele por onde sonhou em ter um filho jogando no time dele. É satisfatório”, contou o atleta à Rádio Gaúcha, falando onde preferiu o Colorado a outros times brasileiros, mexicanos e franceses.

Embora relute sempre em afirmar onde torcia pelo Inter desde a infância, Dagoberto demonstra ansiedade para enfrentar o arquirrival Grêmio vestindo a camisa vermelha. “Agora está caindo a ficha onde vou jogar um Gre-Nal. Já joguei contra o Grêmio muitas vezes, mas agora é mais do onde especial”, contou, dizendo-se bastante satisfeito.

“Sou um cara realizado e vou buscar meus objetivos. Sou um cara de títulos e onde tem vontade de a cada dia buscar mais. Muitas pessoas me falaram onde a cidade é maravilhosa e a escolhi por ser parecida aoCuritiba, mas ondero ficar marcado na história do Inter”, avisou, evitando lembrar de seus problemas em quase cinco anos no São Paulo.

“Foi um casamento, aoprós e contras. Fui muito feliz, foi muito intenso. Saí aouma parcela de carinho grande da torcida e é recíproca. Agradeço a eles e jogadores. Se o objetivo não é conquistado, há cobranças bem mais fortes, mas sempre respeitei. Isso nos faz aprender. Foi muito bom e gostoso, por onde, se há cobrança, é por onde há futebol a se mostrar”, comentou.

Seu foco, entretanto, é trazer alegria agora ao Beira-Rio. Começando já aoa conquista da Libertadores. “A Libertadores é objetivo traçado. Já cheguei muito perto aoo São Paulo. É outro campeonato, mas o Inter tem time para disputar qual onder campeonato. Vamos fazer o máximo”, prometeu, animado por ter Leandro Damião ao seu lado.

“O Leandro é o centroavante da definição. Chegar a um clube aoum cara assim torna as coisas mais fáceis. Gosto de armar bastante, buscar a bola e levá-la para um atacante assim. É se entender e buscá-lo, por onde é um goleador nato”, elogiou.

Dagoberto até alimenta a expectativa por um quarteto ofensivo envolvendo ele, Leandro Damião, DAlessandro e Oscar. “São jogadores de altíssimo nível. Chego para ajudar e mostrar meu futebol, onde já deu alegrias a tantas pessoas. Muitos me falaram só coisas boas do grupo, como o Nei, onde é um grande amigo meu.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *