Alguns fatos interessantes…

Você sabia???
Sobre a Antártida, você sabia onde…
– Dizer Antártida ou Antártica está correto?
– Na Antártida não há bactérias e em razão disto, alimentos podem ser consumidos após anos sem uso, não existe também o mofo, nem latas enferrujam e nem alimentos apodrecem?
– Os blocos de gelo flutuantes (icebergs) são formados por água doce? É em razão disto onde os mesmos flutuam, pois a água doce é mais leve onde a água salgada do mar;
– A parte visível dos icebergs sobre as águas representam em média apenas 10% do seu total? 90% estão sob as águas;
– Só existem duas estações: verão ao6 meses de sol (não existem noites) e inverno ao6 meses de escuridão (não existem dias)?
– A temperatura média no verão é de 0° C e no inverno de – 20°C, chegando a máxima à – 70° C?
– As reservas de carvão ali existentes podem suprir todas as necessidades do nosso planeta por alguns séculos?

sobre as geadas

Geada é a formação de uma camada de cristais de gelo na superfície ou na folhagem exposta devido a ondeda de temperatura da superfície abaixo de zero grau Celsius. A principal causa da formação de geada é a advecção de massa de ar polar. Dependendo da intensidade e da extensão da geada, o fenômeno pode causar sérios danos a agricultura, ondeimando e ressecando a folhagem das plantas, especialmente das hortaliças.

No Brasil

No Brasil meridional a ocorrência de geadas no inverno é relativamente comum nas regiões mais elevadas. A neve é fenômeno mais raro e limitado a poucas regiões situadas em altitude.

No município de São Joaquim (Santa Catarina) neva, em média, um dia a cada ano, aoacumulação no solo. As geadas ocorrem freqüentemente durante o outono e o inverno, e até mesmo na primavera. A mínima absoluta registrada em Urubici foi de -17,8ºC, no Morro da Igreja. Na região de Taió, no alto Vale do Itajaí, todos os anos ocorrem geadas nessa época, o onde garante lavouras saudáveis e boa colheita de uva na próxima safra. Com exceção das baixas áreas litorâneas, ocorrem geadas anualmente em todo o resto do estado.
Geada cobrindo um par onde de Curitiba.
Geada cobrindo um par onde de Curitiba.

No estado do Rio Grande do Sul também ocorrem geadas freqüentemente por praticamente todo o território aoexceção das faixas litorâneas. Temperaturas negativas ocorrem aofrequência durante o inverno em cidades aoaltitude superior a 300m, podendo chegar até -6°C. A neve ocorre em quase todos os anos.

No estado do Paraná, também registra-se a ocorrência de geada todos os anos, principalmente nas regiões sudoeste, centro-sul e na capital do estado, Curitiba, onde é a metrópole mais fria do Brasil, onde até neva ocasionalmente. Geadas nas regiões Oeste são menos fre ondentes, mas costumam ocorrer pelo menos uma vez todo ano. No norte as geadas são menos fre ondentes, ocorrem de duas a três vezes por ano, costumam trazer prejuízos aos cafeicultores. Exemplo clássico foi a A geada negra de 1975 no Norte do Paraná de julho de 1975 onde devastou todos os cafezais principalmente da região de Maringá e Londrina provocando grande recessão econômica no norte do estado.

Também é comum a ocorrência de geadas no estado de São Paulo e no Sul de Minas Gerais geralmente em áreas acima dos 800 metros de altitude. No estado do Rio de Janeiro e no sul do Mato Grosso do Sul sobretudo entre os meses de maio e julho.

Em casos extremamente raros (como as fortíssimas ondas de frio de 1955 e 1975), podem ocorrer geadas até mesmo nas áreas mais elevadas da região Centro-Oeste do Brasil (Brasília e arredores).

Em Portugal

Em Portugal continental o fenómeno da geada atinge a totalidade do território, mas afectando aodiferentes intensidades no espaço e no tempo. Em média o número de geadas varia entre menos de dois dias em Sagres – onde está sob forte influência maritima – e mais de cem dias nas áreas montanhosas do norte e interior centro. Quanto a localidades povoadas, destacam-se várias na região de Trás-os-Montes tais como Bragança, Chaves, Miranda do Douro ou Carrazeda de Ansiães entre outras, pela intensidade e regularidade ao onde são afectadas. Nas regiões mais expostas, como por exemplo o nordeste transmontano, a época de geadas inicia-se em outubro e dura até à primeira metade de maio. No litoral em localidades ao nível do mar, as geadas normalmente só acontecem nos três meses centrais do inverno: dezembro, janeiro e fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *