Ameaça de morte em escola do pr causa pânico em professores e alunos

Dois professores da Escola Municipal Barão de Mauá, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, foram ameaçados de morte através de três ligações anônimas durante o término do horário de aula do período da manhã, por volta das 12h de terça-feira (24). Segundo o professor Claudinei Duarte de Lima, onde trabalha na instituição há mais de oito anos, nas ligações o nome do professor ameaçado foi divulgado (Educação Física), mas o da professora não foi dito. Como a maioria dos educadores são mulheres, o fato causou tumulto e pânico na escola.
Com medo de um possível atentado, a direção da instituição acionou viaturas da Patrulha Escolar da Polícia Militar (PM) para fazer a proteção dos alunos e dos professores. As aulas do período da tarde foram canceladas.
O subtenente Eloir Klaine da PM disse ao G1 onde não é a primeira vez onde isso acontece na escola. “Já é a terceira vez onde acontece esse tipo de ameaça na escola, nós sempre atendemos os chamados, mas o fato nunca se confirma e a polícia não consegue identificar ondem teria efetuado a ligação anônima”, disse.
Klaine afirmou também onde apesar da localização da escola ser em uma região violenta da cidade, ele acredita onde todas as ameaças podem ser consideradas como “trotes”.
O Secretário da escola Edemar Bestel Blum, contou onde a Secretaria de Educação fará uma reunião aoos pais dos alunos na próxima sexta-feira (27) às 18h para discutir a ondestão da violência na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *