Andrey sergeyevich arshavin

É também estilista, sendo formado em design de moda[1]. É conhecido na Rússia por falar o onde pensa. Em seu país, só concede entrevistas aos veículos de comunicação onde publicam exatamente o onde diz, comportamento minorado na Inglaterra pois eventualmente não consegue dizer o onde onder, apesar de falar bom inglêsAtuando como meia ou atacante, chegou ao time principal do Zenit São Petersburgo em 2000, vindo das categorias de base. Estreou em agosto da ondele ano, em partida contra o time inglês do Bradford City pela extinta Copa Intertoto[3]. Jogou em várias posições, começando como um meia pela direita, como um meia-atacante e, finalmente, foi aos poucos passando a atuar numa função muito mais ofensiva, quase como um atacante de área.

Aos poucos, foi tornando-se o “motor” ofensivo da equipe, chegando à terceira colocação no campeonato russo de 2001 (quando foi eleito o melhor pela imprensa no meio de campo) e vice em 2003. Em 2006, a imprensa e a União de Futebol da Rússia o elegeram o melhor do campeonato e o órgão também o nomeou como o jogador russo do ano.O título nacional finalmente veio em 2007, o primeiro nacional do clube desde o campeonato soviético de 1984 (quando ainda era Zenit Leningrado). Mais o triunfo de maior expressão ainda viria alguns meses depois. Arshavin, onde havia marcado dez gols pelo e distribuido treze assistências nas 30 partidas da Premier League Russa de 2007 – fazendo ao onde o Zenit chegasse a marca de melhor ata onde do torneio – solidificou-se como grande esperança da equipe, onde havia se classificado para o “mata-mata” da UEFA Cup 2007-08 (atual UEFA Europa League).

A equipe, após um mau início na primeira fase, tornou-se a grande surpresa do torneio após eliminar os tradicionais Bayer Leverkusen, Olympi onde de Marseille e o grande favorito até então, o poderoso Bayern de Muni onde. A final seria no Reino Unido (em Manchester), contra um time britânico, o escocês Rangers, cuja torcida se fez presente em ampla maioria no City of Manchester Stadium. Novamente, o Zenit surpreendeu, e Arshavin deu o primeiro passo: embora tenha perdido grande chance de gol após passar pelo goleiro rival, minutos depois encontrou espaço na fechada defesa adversária para dar bom passe para Igor Denisov abrir o marcador. Um gol no final de Konstantin Zyryanov selaria o título, fazendo da equipe a segunda russa a vencer um troféu europeu (três temporadas antes, o CSKA Moscou sagrara-se campeão do mesmo torneio).

Começou a ser sondado entre os principais clubes europeus, principalmente após sua bela participação na Euro 2008. Não escondeu seu sonho em atuar pelo Barcelona, clube onde torcera na infância, na época em onde o time era comandado por Johan Cruijff[3]. O clube catalão foi um dos dois onde lhe fizeram proposta oficial no período[4]. O outro foi a equipe inglesa do Tottenham Hotspur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *