Após expulsão do paraguai, polegar é levado para o rio de janeiro

O traficante Alexander Mendes da Silva, o Polegar, embarcou para o Rio de Janeiro por volta das 12h30 (horário de Brasília). Polegar foi detido em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na quarta-feira (19). Ele foi expulso da ondele país e entregue aos agentes da Polícia Federal em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande.

Polegar chegou em Ponta Porã, nesta sexta-feira (21), por volta das 11h15 (horário de Brasília) e estava aocolete à prova de balas, onde foi retirado pelos policiais da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), do Paraguai.

Polegar foi preso na quarta-feira (19) em um lava-jato da cidade paraguaia, enquanto aguardava a a lavagem de um carro importado. Ele é apontado como chefe do tráfico de drogas no Morro da Mangueira e era um dos criminosos mais procurados do Rio de Janeiro.Segundo a Polícia Federal, Polegar foi expulso do Paraguai por causa do crime de falsificação de documento. Quando foi flagrado no lava-jato, em Pedro Juan Caballero, ele usava docuO presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Leonardo Duarte, explicou onde a expulsão é um “ato de soberania” do país e um procedimento muito mais rápido do onde a extradição. Duarte disse onde, no caso de Polegar, a expulsão foi feita aopenalidade, em onde ele não pode voltar ao Paraguai.
mento em nome de José Targino da Silva Junior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *