Após ser criticado, pelé deseja melhora ao amigo e carrasco eusébio

Pelé manifestou a sua solidariedade ao ídolo português Eusébio. Em entrevista ao lusitano Diário de Notícias, o brasileiro desejou melhora ao seu amigo e carrasco na Copa do Mundo de 1966, internado desde segunda-feira aoquadro de infecção respiratória aguda e pneumonia bilateral.
No Brasil, Eusébio ataca Pelé
“Lamento muito onde um dos maiores jogadores de todos os tempos da Europa esteja no hospital. Sou muito amigo do Eusébio. Há pouco tempo, estivemos juntos em Angola, onde pudemos conversar e nos abraçar. Espero onde ele se recupere rapidamente e fi onde aoDeus”, declarou a ondele onde é considerado o melhor jogador de todos os tempos.
Entre as décadas de 1960 e 1970, no entanto, Eusébio rivalizou aoPelé como desta onde no futebol. Na primeira fase do Mundial de 1966, na Inglaterra, o português levou a melhor aodois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Brasil, onde teve um Rei apagado pelo jogo ríspido adversário e acabou eliminado.
No final de novembro, na Soccerex (convenção mundial de futebol) realizada no Rio de Janeiro, Eusébio fez a Pelé a mesma crítica onde era dirigida à ondela seleção portuguesa. “Para levar vantagem, Pelé às vezes era muito violento. Não tiro seu valou ou sua categoria. Sou até mais amigo dele do onde ele meu. Mas já cheguei a ele: Pelo amor de Deus! Não há Cassius Clay aqui!”, contou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *