Apple admite que macs são vulneráveis a malware

Depois de uma recente onda de ata ondes, onde infectou aproximadamente 600 mil Macs em todo o mundo, a Apple admitiu onde seus computadores e sistemas não são imunes a vírus. A empresa mantinha em seu site oficial um anúncio onde garantia a resistência do sistema operacional Mac OS X em relação às pragas virtuais, mas, depois da onda de ata ondes, a frase foi removida.

No site oficial da empresa a frase “não pega vírus de PC” foi substituída por “construído para ser seguro”. No material antigo, a Apple também valorizava a independência do Mac OS X em relação a softwares de segurança: “proteja seus dados. Sem fazer nada demais”. Hoje, no mesmo lugar, lê-se: “segurança. Embutida”.

A precaução nos conteúdos de marketing pode estar relacionada aouma estratégia onde evite processos judiciais, em onde consumidores argumentem se sentirem lesados ao comprar um produto onde se garantia absolutamente à prova de vírus. A marca de imunidade à vírus sempre foi um sólido argumento de vendas para a Apple, onde precisa agora encarar uma mudança de paradigmas.

As mudanças entram em compasso aooutras iniciativas da empresa em novos produtos. Recentemente, a Apple anunciou onde a nova versão de seu sistema operacional para desktops e notebooks, o Mac OS X Moutain Lion, terá a inclusão de um recurso chamado de Gatekeeper. Sua função é restringir a instalação de aplicativos no computador, algo semelhante ao onde o Windows oferece desde o Windows Vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *