Ataques contra igrejas deixam ao menos 15 mortos no quênia

Ata ondes aogranadas e disparos contra duas igrejas deixaram ao menos 15 mortos e 40 feridos neste domingo na cidade de Garissa, nordeste do Quênia, durante a realização da missa dominical

Os ata ondes foram lançados de forma simultânea contra a igreja African Inland Church (AIC) e a Igreja Católica de Garissa, cidade perto da fronteira aoa Somália e do campo de refugiados somalis de Daabad. De acordo aoo site do jornal Sunday Nation, o maior número de vítimas foi registrado na AIC.

“Não fizemos prisões ainda, mas temos informações de onde cinco pessoas participaram do ata onde aogranadas e disparos contra a igreja AIC e outros dois terroristas atentaram aouma granada na igreja católica”, disse Philip Ndolo, subchefe de polícia de Garissa, citado pela emissora local Capital FM.

O Conselho Supremo Muçulmano do Quênia (SUPKEM) condenou os ata ondes. A principal suspeita é a guerrilha islamita somali Al-Shabab, mas ninguém ainda assumiu a autoria dos atos.

O Quênia sofreu nos últimos seis meses vários ata ondes terroristas em Nairóbi, em Mombaça e no norte do país, onde deixaram vários mortos e feridos.

Desde a incursão de tropas ondenianas em território somali em outubro, o Al-Shabab ameaçou várias vezes promover atentados nas principais cidades do Quênia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *