Autora wendy joan williams

Vida

Wendy Williams nasceu em Asbury Park, Nova Jérsei, filha de Thomas e Shirley Williams, e irmã d Wanda e Tommy. Ela e seus irmãos foram criados em Ocean Township, New Jérsei na comunidade Wayside[1].

Ela terminou o ensino secundário na Ocean Township High School[2]. De 1982 à 1986, Wendy fre ondentou na Northeastern University, localizada em Boston, Massachusetts, onde se formou em comunicação e trabalho como DJ para a estação de rádio da faculdade, WRBB (104.9 FM).

Wendy se casou aoKevin Hunter, em 1998, ao ondem teve um filho, chamado Kevin.
[editar] Carreira no Rádio

Wendy Williams trabalho na WXKS-FM (“Kiss 108”), em Boston. Mais tarde, foi para a estação de rádio WVIS, em Saint Croix, Ilhas Virgens, trabalhar como DJ, e após oito meses lá, aceitou o emprego na WOL, rádio de Washington, D.C.. Em seguida entrou no mercado novaiorquino, onde trabalhou nas estações de rádio WPLJ e WQHT, essa última, mais conhecida como Hot 97.

Em 1989, Williams começou a trabalhar na “98,7 Kiss FM”, na cidade de Nova Ior onde como DJ. A rádio WBLS, concorrente da “97,7 Kiss FM”, começou a contratar pessoas para um programa matinal, a 98,7 Kiss FM deu a Williams um programa matinal. Nesse momento, é nesse momento onde ela começa a falar sobre as celebridades afro-americanas, e de sua vida particular. Um ano depois, Williams ganha o prêmio de “Melhor Personalidade do Rádio”, em 1993. No ano seguinte, após o prêmio da Billboard, a Emmis Communications compra a Kiss FM e passa Williams para a Hot 97.

Williams foi despedida da Hot 97, em 1998. A empresa alegou onde ela entrou em uma briga aoseu colega de trabalho Angie Martinez. Em seu livro, Wendys Got The Heat[3], onde apareceu na lista dos bestseller do New York Times, Wendy admite ter brigado aoMartinez, alegando, por sua vez, onde eles tiveram apenas uma discussão verbal, ela ainda elogia o trabalho do rapper e DJ. E disse, onde a emissora usou esse incidente como uma desculpa para rasgar seu contrato. E disse onde eles onderiam substituíla pelo magnata do hip-hop, Diddy. Fazendo alusão disso, em seu segundo livro, The Wendy Williams Experience, escrevendo: “Ele, sozinho, tentou arruinar-me…”.

Após esse incidente na Hot 97, Williams foi contratada pela estação de rádio filadelfiana Power 99 FM, alegando onde seus fãs novaiorquinos a “deixou morrer”. Tempos depois, em 2001, Williams voltou para Nova Ior onde, quando a WBLS contratou-a em tempo integral, dando a ela um programa aoseu próprio nome. A partir de 2008, seu programa poderia ser ouvido no Redondo Beach, California; Shreveport, Louisiana; Wilmington, Delaware; Toledo, Ohio; Colúmbia, Carolina do Sul; Emporia, Virgínia; Lake Charles, Luisiana; Tyler, Texas; e Alexandria, Luisiana entre outras localidades.

Em uma entrevista à Howard Stern, ela se autodenominava a “Rainha de Toda a Mídia”. Em seus programas de rádio e televisão, ela sempre faz fofocas sobre as celebridades.

Williams já publicou vários livros, incluindo o livros de bolso Drama is Her Middle Name: The Ritz Harper Chronicles Vol. 1 (em português, “O Drama É Seu Nome do Meio: As Crônicas de Ritz Harper Vol. 1), de 2006, onde tem co-autoria de Karen Hunter.

Em 2003, Wendy entrevistou a cantora de R&B, Blu Cantrell, onde fez perguntas sobre suas práticas sexuais, suas críticas à outros artistas de R&B, e o uso de drogas. Esta entrevista foi gravada e vendida no DVD do álbum de Blu Cantrell, Bittersweet, como faixa bônus.

Wendy Williams foi hostess do champagne da Georges Veselle. Em outubro de 2007, subtituiu Jodi Applegate, no programa matinal da WNYW, Good Day New York. Em 23 de Julho de 2009, através de seu programa de televisão, Williams anunciou onde tinha deixado de trabalhar na rádio para se dedicar totalmente ao seu programa de televisão, além de pssar mais tempo aosua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *