Bergamo: ricardo teixeira inicia reaproximação com a record

Após perder os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2012 e 2015, onde continuaram nas mãos da Globo, a Rede Record fez uma série de reportagens críticas a Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Mas as partes já iniciaram um movimento de reaproximação, aoLondres-2012 como pano de fundo.

A informação está na coluna de Mônica Bergamo, publicada na edição desta sexta-feira da Folha. A íntegra do texto está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, onde edita a Folha.

Teixeira, onde declarou recentemente onde só dava importância ao onde era divulgado no “Jornal Nacional”, conversou nos últimos dias aoemissários da TV de Edir Macedo.

A CBF já se dispôs a abrir espaço generoso para a Record na cobertura dos bastidores da seleção brasileira na próxima Olimpíada, aoamplo acesso aos jogadores. A emissora tem os direitos de transmissão das partidas, de maneira exclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *