Biografia de clint eastwood

Clinton Eastwood, Jr. (São Francisco, 31 de Maio de 1930) é um ator, cineasta, produtor e compositor dos Estados Unidos da América, famoso pelos seus papéis típicos em filmes de ação como um cara durão e antiherói. Principalmente como o Homem sem nome da Trilogia dos Dólares nos filmes western spaghetti de Sergio Leone dos anos 60, e interpretando o Inspetor Dirty Harry Callahan na série de filmes Dirty Harry dos anos 70 e 80.

Como diretor, seus filmes têm sido criticados positivamente. Já ganhou quatro vezes o Oscar — duas cada como Melhor Diretor e de Melhor Filme, e foi homenageado em 1995, recebendo o prêmio Prêmio Memorial Irving G. Thalberg em reconhecimento à sua longa carreira no cinema.[1]Por duas vezes foi eleito como o ator favorito dos estadunidenses. [2]
Índice
[mostrar]

* 1 Vida antes da fama
* 2 Carreira no cinema
o 2.1 Anos 60
o 2.2 Anos 70
o 2.3 Anos 80
o 2.4 Anos 90
o 2.5 Anos 2000
o 2.6 Diretor
o 2.7 Prêmios e nomeações
* 3 Vida pessoal
* 4 Vida política
* 5 Eastwood na cultura popular
* 6 Filmografia
* 7 Discografia
* 8 Prêmios
* 9 Notas e referências
* 10 Ligações externas

[editar] Vida antes da fama

Clint nasceu em São Francisco (Califórnia), filho de Margaret Ruth (nome de casada: Runner) e Clinton Eastwood,[3][4] Eastwood tem descendência escocesa, inglesa, alemã e irlandesa.[5] Sua família era de classe média e protestante.[6] Trabalhou em várias profissões, assim como seu pai, por toda costa oeste norte-americana.[7] Durante sua adolescência, morou em Piedmont, uma pequena cidade da californiana, e em 1949 realizou seu sonho de se formar na Universidade de Oakland.[8] Após o término da faculdade, trabalhou de atendente em um posto de gasolina, foi bombeiro, e tocava piano em um bar de Oakland.[9] Foi convocado ao exército em 1950, mas seu avião caiu em São Francisco. Ele escapou gravemente ferido e ficou por meio ano prestando depoimentos para a investigação da causa da queda. Este acidente fez com que Clint não fosse para a Guerra da Coréia.[10]

[editar] Carreira no cinema

Eastwood começou sua carreira como ator, fazendo pequenas aparições em filmes pequenos, como Revenge of the Creature, Tarantula e Francis in the Navy. Em 1958, ele conseguiu seu primeiro papel oficial no filme, Ambush at Cimarron Pass, no qual ele considerou como um filme muito fraco.[11] Em 1959, ele trabalhou com James Garner em um episódio da série Maverick. Após isso, Eastwood se dedicou somente a trabalhar na TV com o série de western Rawhide, no qual interpretava o personagem Rowdy Yates (que Eastwood na época descreveu como “O idiota das Planícies”).[12]

[editar] Anos 60

Eastwood somente começou a ter destaque após interpretar o misterioso Homem sem nome na trilogia dos dólares de Sergio Leone. Os filmes Por um punhado de dólares (1964), Por uns dólares a mais (1965), e Três Homens em Conflito (1966) foram um verdadeiro sucesso em terras italianas e norte-americanas, em especial o último, que fez Eastwood se tornar famoso mundialmente.
“ Eu gosto do Clint Eastwood porque ele tem somente duas expressões faciais. Uma com o chapéu e outra sem ele.
(Sergio Leone)[13] ”

Em Where Eagles Dare de (1968) ele dividiu o papel principal com Richard Burton. Seu salário chegou a US$800 000.[14] No mesmo ano, estrelou no filme dirigido por Don Siegel de nome Coogans Bluff. Neste, Clint desempenhava um xerife de uma pequena cidade, que tentava colocar a lei na grande Nova Iorque. O filme foi controverso por sua apelação a violência, mas iniciou uma parceria que duraria por mais de dez anos com Siegel. Em 1969, Clint trabalhou em outro filme musical, chamado Paint Your Wagon. O filme deu grande prejuízo para o estúdio na época, e só lucrou após ser vendido em VHS e DVD.[15]

[editar] Anos 70

No começo dos anos 70, o filme de guerra Kellys Heroes e o western dirigido por Don Siegel Two Mules for Sister Sara, combinaram comédia com ação. Em The Beguiled, novamente com direção de Siegel, Clint interpretou homem que estava a procura de um louco assassino.

Mas o principal passo para Eastwood se tornar uma estrela de Hollywood veio em 1971 quando ele montou sua companhia de filmes, e decidiu dirigir seu primeiro filme. Play Misty for Me, foi um suspense, sobre um radialista que vivia perseguido por uma fã. Mas um dos maiores sucessos da carreira de Clint, viria com o inspetor policial Harry Callahan em Dirty Harry, que é considerado o melhor filme de Siegel. O amargo e mau-humorado Callahan, fez com que o filme fosse sucesso absoluto de bilheteria nos Estados Unidos. Dirty Harry, que originou várias seqüências, sempre com altos lucros: Magnum Force (1973), The Enforcer (1976), Sudden Impact (1983) e The Dead Pool (1988).

Eastwood fez dois importantes filmes de western durante a década de 70. High Plains Drifter (1973) e The Outlaw Josey Wales (1976). O primeiro trazia um personagem estranho e sem nome, no qual muitos acreditam que seria uma reencarnação do homem sem nome da Trilogia dos dólares. Além disso, tinha os mesmo hábitos e costumes.[16]

Breezy de 1973 foi o primeiro filme em que Eastwood dirigiu mas não atuou como ator. A estrela principal foi William Holden.Em 1974, Eastwood fez dupla com o jovem Jeff Bridges em Thunderbolt and Lightfoot. O filme foi produzido e dirigido por Michael Cimino, o mesmo escritor do filme Magnum Force.

Em 1975, Clint dirigiu e fez o personagem principal em The Eiger Sanction. O filme utilizou as últimas tecnologias da época, mas não fez tanto sucesso como o planejado.

Eastwood estrelou no filme The Gauntlet, produzido em 1977. Clint fazia o interpretava um policial que deveria escoltar uma prostituta de Las Vegas até Los Angeles para testemunhar contra um assassino.

Em 1978, Clint estrelou Every Which Way But Loose uma comédia baseada em uma história de um caminhoneiro e lutador. O filme teve enorme sucesso e foi aclamado por críticos de todo mundo. Com a popularidade em alta, ganhou uma seqüência, de nome Any Which Way You Can. Entre estes dois filmes, foi produzido o western Bronco Billy que contou além de Clint com Merle Haggard.

Em 1979, Eastwood fez o papel de Frank Morris no filme Escape from Alcatraz. Foi baseado na vida do fugitivo que estudou e planejou a fuga perfeita de Alcatraz em 1962.[17] Morris nunca mais foi visto, e os agentes do FBI acreditam que ele se afogou durante a saída da prisão, embora ninguém nunca tenha encontrado algo que prove essa teoria.[18]

[editar] Anos 80
Eastwood em 1981
Eastwood em 1981

Em 1982, Eastwood estrelou, produziu e dirigiu o filme Firefox que se tratava da guerra fria. No final do mesmo ano foi produtor executivo do filme Thelonious Monk: Straight, No Chaser, que retratava a vida de Thelonious Monk. No filme Tightrope, de 1984 fez o papel de Wes Block. O filme se passava na história de Nova Orleans. No mesmo ano, Clint fez o papel de Lieutenant Speer na comédia City Heat. Um ano depois, Eastwood reviveu o gênero western dirigindo e estrelando o filme Pale Rider, interpretando um pregador. Em 1986 voltou para fazer o longa Heartbreak Ridgem que conta sobre a invasão da Granada.O último filme da série Dirty Harry foi feito em 1988 com o título The Dead Pool. Este, não se comparou com o sucesso dos filmes anteriores em termos de bilheteria.[19] Eastwood alternou entre filmes de comédia como Pink Cadillac e The Rookie, e fez longas com assuntos pessoais como em Bird, de 1988, que lhe deu uma indicação Palma de Ouro no Festival de Cannes. No final dos anos 80, Clint estrelou e dirigiu o filme White Hunter Black Heart no qual fazia o papel de John Huston. O filme recebeu boa aceitação dos críticos.

[editar] Anos 90

No início dos anos 90, Eastwood dirigiu e estrelou seu último western. Em Unforgiven, Clint fazia o papel de um pistoleiro aposentado. O filme co-estrela os atores Gene Hackman, Morgan Freeman, e Richard Harris. Após um imenso sucesso de bilheterias,[20] foi nomeado a nove Oscars e ganhou quatro, incluindo melhor ator e melhor diretor.

Em 1993, Clint fez o papel de um ex-agente do FBI no longa In the Line of Fire dirigido por Wolfgang Petersen. O filme foi um dos dez mais vistos do ano na época.[21] Eastwood dirigiu e estrelou com Kevin Costner em A Perfect World. Ele continuou a expandir seus conhecimentos em Hollywood após o longa The Bridges of Madison County (1995), aonde ele atuava com Meryl Streep. Baseado em um best-seller, foi também sucesso de bilheteria.[22] Ainda em 1995, foi produtor do longa The Stars Fell on Henrietta.O próximo trabalho seria dirigir o filme Midnight in the Garden of Good and Evil no ano de 1997. No mesmo ano dirigiu e estrelou “Absolute Power”, um suspense co-estrelado por Gene Hackman, Ed Harris e Dennis Haysbert.

Em 1999, Eastwood trabalhou no filme True Crime. Co-estrelava Isaiah Washington. Apesar de ser um filme de orçamento baixo, obteve grande bilheteria.[23]

[editar] Anos 2000

No início do ano 2000 lançou o filme Cowboys do Espaço, que também estrelava Tommy Lee Jones e Donald Sutherland. Clint fazia o papel de Frank Corvin, um ex-engenheiro da NASA que é chamado para uma última missão. Salvar um satélite russo, antes que ele caia na terra. Em 2002, Eastwood interpretou um ex-agente do FBI, que perseguia um psicopata no filme Blood Work. Em 2003 dirigiu o filme Mystic River pelo qual foi indicado a melhor diretor. Em 2004, Clint estrelou, produziu e dirigiu Million Dollar Baby, cujo ganhou 4 Oscars, incluindo melhor diretor, e melhor filme. Com 74 anos, foi a pessoa mais velha a receber o prêmio de melhor diretor. No mesmo filme, Eastwood foi nomeado a melhor ator, mas perdeu para Jamie Foxx. No ano 2006, dirigiu dois filmes sobre a batalha de Iwo Jima na Segunda Guerra Mundial. O primeiro foi A Conquista da Honra, focado no homem que ergueu a bandeira dos Estados Unidos no topo do monte Suribachi. O segundo, Cartas de Iwo Jima, tratava das táticas japonesas, e as cartas que escreviam as suas famílias. Os dois filmes foram bem recebidos pelos críticos, e foram nomeados ao Oscar, incluindo melhor diretor e melhor filme por Cartas de Iwo Jima. Em novembro de 2008 Clint irá estrear seu novo longa como diretor, Changeling, no qual estrela Angelina Jolie. No dia 19 de março de 2008, foi revelado que Eastwood irá ser diretor e ator no papel principal do filme Gran Torino, no qual terá lançamento em dezembro de 2008. A produção ficará a cargo da Warner Bros..[24][25]

[editar] Diretor

Eastwood têm conquistado grandes elogios dos críticos como diretor. Seu primeiro trabalho foi no filme Play Misty for Me em 1971. Ele tentou dirigir um episódio da série americana Rawhide, mas seus pensamentos não refletiam com os do dono do estúdio, que acabou desistido da oferta. Eastwood se tornou popular por dirigir grandes filmes de drama, tais como Unforgiven, A Perfect World, Mystic River, Million Dollar Baby, Flags of Our Fathers, e Letters from Iwo Jima. No entanto, ele dirigiu longas em outros gêneros. Algumas de suas escolhas para dirigir um filme foram pessoais, e outras comerciais.

Eastwood produziu a maioria de seus filmes, e se destacou por quase todos serem de orçamento baixo. Ao longo dos anos, desenvolveu relações com outros diretores e produtores. Clint prefere trabalhar sempre com a mesma equipe de produtores, editores e técnicos. Tem uma longa relação com a Warner Bros., estúdio o qual financia a maioria de seus filmes. Mesmo assim, em 2004, Eastwood declarou ao The New York Times, que tem certa dificuldade para fazer a Warner aceitar alguns de seus projetos, como aconteceu com Million Dollar Baby [26]

Enquanto está dirigindo, Clint evita conversar, e somente usa as palavras “OK”, “Ação” e “Corta”. [27]

[editar] Prêmios e nomeações

Eastwood tem um total de oito nomeações ao Oscar. Venceu como melhor diretor e melhor filme em Unforgiven e Million Dollar Baby. Suas outras nomeações foram para Mystic River e Letters from Iwo Jima. Também foi nomeado a melhor ator em (Unforgiven e Million Dollar Baby). É a única pessoa a ser nomeada duas vezes a melhor diretor e ator no mesmo filme (Unforgiven e Million Dollar Baby).

É um dos três diretores em vida (junto com Miloš Forman e Francis Ford Coppola) a ter ganho dois Oscars por melhor diretor.

Ele dirigiu dois atores, Tim Robbins e Morgan Freeman, que receberam o Oscar de melhor ator coadjuvante em dois anos seguidos. Robbins ganhou em 2003 por Mystic River e Freeman em 2004 pelo seu papel em Million Dollar Baby.

Eastwood recebeu inúmeros outros prêmios, incluindo prêmio America Now TV Award e também Kennedy Center Honors. Em 1994 recebeu o prêmio Irving G. Thalberg Memorial por carreira na industria de cinema.[28] Em 2006, recebeu nomeação ao Grammy na categoria de melhor trilha sonora pelo filme Million Dollar Baby. Recebeu o prêmio Valenti da MPAA pelos filmes Flags of Our Fathers e Letters from Iwo Jima por melhor edição de sons.[29]

Dia 6 de dezembro de 2006, o governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger indicou Clint ao Hall da fama da Califórnia

No início de 2007, Eastwood foi condecorado como cidadão de honra na França. Na época, o presidente francês, Jacques Chirac, disse que Eastwood era “O melhor de Hollywood”.[30]

Em 22 de setembro de 2007, Clint Eastwood foi premiado como músico de honra no Berklee College of Music, em Monterey. Após receber o prêmio, ele discursou, e disse: “É uma das maiores honras que já tive.”[31]

[editar] Vida pessoal

Eastwood foi casado duas vezes e tem cinco filhas e dois filhos, de cinco diferentes mulheres. Kimber (nascida em 1964), com Roxanne Tunis; Kyle (nascida em 1968) e Alison (nascida em 1972), no casamento com sua ex- esposa Maggie Johnson; Scott (nascido em 1986) e Kathryn (nascida em 1988), com a aeromoça Jacelyn Reeves; Francesca Ruth (nascida em 1993), com Frances Fisher, e Morgan (nascido em 1996), com sua atual esposa Dina Ruiz. Viveu com a atriz Sandra Locke de 1976 à 1988. Entretanto, não tiveram nenhum filho.

Eastwood possui um campo de golfe, localizado em Carmel. O clube possui somente 300 membros, e a entrada custa $500.000 dólares americanos.É vice-presidente do mundialmente famoso Pebble Beach Golf Club.[32] Eastwood também possui um rancho, um hotel e um restaurante, na cidade de Carmel

Eastwood é um audiófilo, conhecido pelo seu amor pelo jazz. Tem uma grande coleção de LPs. Seu interesse pela música, motivou seu filho Kyle, a ser músico de jazz. Participa do instituto de defesa aos animais e sua dieta é vegetariana.[33]

[editar] Vida política
Clint em um discurso na cidade de Carmel-by-the-Sea, Califórnia no dia 24 de maio de 2005
Clint em um discurso na cidade de Carmel-by-the-Sea, Califórnia no dia 24 de maio de 2005

Eastwood foi prefeito cidade americana de Carmel-by-the-Sea, no estado da Califórnia. A população era na época de aproximadamente 4.000 pessoas e totalmente destinada a comunidade artística. No dia da eleição, 8 de abril de 1986, com o dobro de eleitores da votação passada, Eastwood obteve 72.5% dos votos. Seu salário era de $200 dólares americanos. Durante seu mandato, ele tentou ponderar os direitos de instituições de preservação do meio ambiente contra o desenvolvimento da cidade por empresas locais. Eastwood, decidiu não concorrer para um segundo mandato em virtude do importante número de decisões necessárias para um prefeito de uma pequena cidade. Durante seu mandato, ele produziu os filmes Heartbreak Ridge e Bird.[34]

Clint é do partido republicano, no qual é filiado desde 1951. Ajudou na campanha de Richard Nixon a presidência de 1968, e se auto-descreve como libertarista.[35] Votou em Arnold Schwarzenegger para governador da Califórnia em 2003 e 2006.

Eastwood fez uma piada com Michael Moore, no jantar anual da National Board of Review em Janeiro de 2005. Clint disse: “Michael Moore e eu temos muito em comum, nós dois apreciamos viver em um país com grande liberdade de expressão.Mas Michael, se você chegar na frente da minha casa com uma câmara, eu irei matar você”.[36] Isso foi uma referência a controversa entrevista do amigo de Clint, Charlton Heston, no filme Bowling for Columbine.

[editar] Eastwood na cultura popular

* Clint Eastwood foi o nome usado por Marty McFly no filme Back to the Future Part III (1990), que é uma paródia do gênero western. Entretanto não apresenta nenhuma semelhança com Eastwood. As reações dos outros personagens foram de piadas a insultos (“Que tipo de nome estúpido é esse?”). Marty também usa um pedaço de metal à prova-de-bala em um duelo com Buford (imitando uma cena da personagem de Eastwood no filme Por um Punhado de Dólares, cena essa que Biff assiste em sua banheira no segundo episódeo da trilogia.
* Stephen King, declarou em entrevistas e livros, que uma das inspirações para o personagem Roland de Gilead, em sua popular série The Dark Tower é Clint Eastwood. Ele diz que Roland significa uma alguém destemido, assim como Eastwood interpretou “O homem sem nome” no filme The Good, the Bad and the Ugly.
* O músico reggae Lee Perry gravou uma música com o nome de “Clint Eastwood” em 1969.[37] A banda Gorillaz gravou músicas com os nomes “Clint Eastwood” e “Dirty Harry”.[38] O líder do Gorillaz, Damon Albarn lançou um álbum chamado “The Good, the Bad and the Queen” com a ajuda de Paul Simonon, Simon Tong, Tony Allen, e Dangermouse.A banda de rock “The Transplants” faz referências aos filmes Hangem High e A Few Dollars More em algumas músicas. A música de abertura para o programa de televisão americano The Fall Guy, cita Eastwood com a frase: ” Eu sou um desconhecido dublê, que faz Eastwood parecer tão legal”.
* Van Halen compôs a música “Hang Em High” , para o álbum Diver Down, inspirado em Eastwood.
* Def Leppard usa frases famosas de Dirty Harry, antes de iniciar suas apresentações.
* Eastwood, em forma cibernética, foi o personagem principal no jogo Nitro para os computadores Commodore Amiga e Atari-ST em 1990.
* O famoso personagem de Eastwood, O homem sem nome foi a fonte de inspiração para o personagem Master Chief na popular série Halo.
* Em 1980, foi criada uma banda de heavy metal chamada The Clint Eastwood Experience. Esta, apresentava ex-membros dos populares grupos Dismember e Entombed. No jogo Command & Conquer: Yuris Revenge, um dos soldados se chamava Flint Westwood.
* No jogo para computador Serious Sam: The Second Encounter, Clint é chamado de “Famosa estrela de cinema”. No jogo Fallout 2, o personagem principal é chamado Frank Horrigan, uma homenagem ao papel de Eastwood no filme In the Line of Fire. Há um grande número de referências a Clint no jogo polônes Neuroshima.
* No filme Bruce Almighty, o personagem principal interpretado por Jim Carrey faz várias piadas sobre o filme Dirty Harry e mais tarde diz que não se parece com Eastwood. No filme Inside Man, uma personagem compara um ladrão de banco a Eastwood pelo jeito de manusear a arma.
* Eastwood é o nome usado pelo popular músico de Reggae e D.J. Robert Brammer.[39] Adam and the Ants cantam o nome de Clint Eastwood como parte do refrão da música “Los Rancheros” que aparece no álbum de 1980 entitulado Kings of the Wild Frontier.
* Duas pessoas japonesas do filme Crocodilo Dundee II confundiram o personagem principal, Mick Dundee com Clint Eastwood.[40]
* Um rumor dizia que Clint é filho do ator britânico Stan Laurel. Isso é mentira, embora o rosto dos dois seja muito parecido. Eastwood afirma que este assunto é passado, mas que as vezes esta lenda resurge.[41]
* Eastwood estava escalado para fazer a voz[42] de Harry Callahan para um game baseado no filme Dirty Harry. O game foi cancelado em 2007, mas há esperança que a produção continue no futuro.
* O seriado Todo Mundo Odeia o Chris já fez algumas referências ao personagem Dirty Harry, citando uma de suas frases.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Biografia de clint eastwood

Biografia de clint eastwood

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *