Cantores brasileiros angélica

Sua carreira na televisão teve início quando venceu um concurso da criança mais bonita do Brasil no programa do Chacrinha aos quatro anos de idade, repetindo o feito no ano seguinte e tornando-se uma modelo infantil requisitada.


Já vendeu milhões de discos, de quatorze álbuns já lançados de 1988 a 2001, foram aproximadamente 13 milhões de discos.


No início da década de 90 tornou-se a artista feminina com o maior número de turnês já realizadas e recordes de público (mais de 100 mil pessoas em média). Foi a primeira artista nacional a inaugurar seus shows com microfone livre.


Pesquisa da época revelavam esta ser a apresentadora feminina com mais espaço na TV, sobretudo em sua estadia no SBT, onde comandava por uma tarde inteira três programas líderes em audiência.


Hoje é casada com o também apresentador de televisão Luciano Huck e tem um filho, Joaquim, nascido em 8 de março de 2005. Seu segundo filho, Benício, nasceu na madrugada de 3 de novembro de 2007.


Nos anos 2000 , ficou cerca de cinco anos sem cantar nem fazer shows, dedicando-se apenas como apresentadora de TV. Hoje ela apresenta o Estrelas, programa sobre o cotidiano e curiosidades das celebridades, e o quadro Video Game, do programa Vídeo Show.


Sua família é de ascendência polonesa, russa e lituana.


Apesar de ter sido convidada diversas vezes, Angélica sempre se recusou a posar nua. Já recebeu vários prêmios como melhor apresentadora, está entre as dez mulheres mais ricas do país, com seu salário milionário, é uma das principais artistas brasileiras e latino-americanas. Seus produtos bateram record de vendas nos anos de 89, 92, 97 e 98. Chegando a serem vendidos até mesmo em terras mais distantes como Líbano e Oriente Médio.



Carreira na Televisão


Sucesso precoce, Angélica iniciou sua carreira de apresentadora aos 13 anos no programa infantil “Nave da Fantasia” programa que marcava em media apenas 2 pontos no IBOPE, na Rede Manchete. Mas foi com o “Clube da Criança” que ela estourou e acabou se tornando um dos principais contratos da emissora o programa marcava em média 17 pontos índice alto para aquele tempo. O clube não apresentava apenas desenhos animados, mas live-actions, como Jaspion, Changeman, Flashman, Lionman e outros.O programa também contava com ajuda de várias assistentes de palco,as “Clubetes” que depois ficaram conhecidas como “Angeliquetes“.Assim como as paquitas, muitas delas se tornaram atrizes, como Camila Pitanga e Giovanna Antonelli e outras estão começando na área, como Geovanna Tominaga ou Juliana Silveira que já atuou na carreira infantil interpretando a Floribella, na Rede Bandeirantes.


Em 1992, o Clube da Criança conquistou o troféu Imprensa de melhor programa infantil da tv. Nessa época Angélica gravou o grande sucesso “Vou de Táxi” (versão da francesa “Joe le Taxi”, cantada por Vanessa Paradis), que lhe rendeu o Grammy latino na categoria melhor álbum romântico.


Ainda na Manchete, protagonizou em 1991 a minissérie O Guarani, no papel de Ceci. Também apresentava, nas tardes de sábado, o programa de atrações musicais Milk Shake, que serviu de vitrine viva para outros nomes como a apresentadora Babi Xavier, que iniciou carreira aos 14 anos no programa como assistente de palco.


Em 1993, a apresentadora foi para o SBT comandar a Casa da Angélica, programa que começou a marcar apenas 8 pontos, índice já alto na epóca, e subiu para 12 e depois para 20. O programa tinha desenhos animados, shows musicais e quadros de humor, dos quais Angélica participava com vários personagens: “Anjôlica”, onde ela imitava Jô Soares; “Ofélia”, a culinarista; “Angelica Strid”; “Taxista Bernadão”, etc. Ainda satirizava trechos de novelas mexicanas, como a malvada Catarina Creel, do sucesso Ambição e possuía matérias de interesse infantil, com o repórter Otaviano Costa.


Logo depois Angélica passou a substituir Gugu nos programas Passa ou Repassa e TV Animal. Não demorou muito para para se firmar, ainda mais, como ídolo das crianças e adolescentes e se tornar a menina dos olhos de Silvio Santos. A seqüência de programas batia a Sessão da tarde em audiência.


Sua carreira deu uma guinada em 1996 quando ela assinou contrato com a Rede Globo. Sua estréia com Angel Mix, programa composto por desenhos, brincadeiras e musicais, foi o de maior audiência do gênero. Angélica contava com auxilio das quatro “Angels” — Michele Machado, Juliana Silveira, Geovanna Tominaga e Mirela Tronkos — e mais dois “angelicos”- Caio César Bonafé e Daniel Florenzano. A apresentadora entrava numa nuvem, cujo epicentro era a letra A com duas asas e uma auréola.



Caça-talentos


Caça Talentos era uma novelinha que contava as aventuras de “Fada Bela” no mundo real dobrou a média de audiência da emissora. A música que embalava a trama — “Por Merlin” — fez relativo sucesso, assim como “Ei Boy…”.


No fim da década de 90, com a saída do diretor de Angel Mix e o fim de Caça Talentos, Angélica amargou sucessivas derrotas nas manhãs da Globo, marcando 3 pontos de audiência. Estreou Bambuluá, que nem chegou a se aproximar das antigas pontuações alcançadas pela apresentadora com Caça Talentos.


Em meio à crise de audiência, abandonando as manhãs da Globo e o público infantil, Angélica deu lugar ao retorno de Xuxa para as manhãs com Xuxa no Mundo da Imaginação, programa que não conseguiu recuperar o sucesso anterior.



Angel Mix


Angel Mix foi um programa infantil apresentado por Angélica de segunda a sexta às 11 horas na Rede Globo. Criado e dirigido por José Bonifácio Brasil de Oliveira (o Boninho), foi exibido de 16 de setembro de 1996 até 30 de junho de 2000. Era composto por brincadeiras, torcidas, números musicais, conversas com o público, A Turma da Garrafinha e, de 11 de outubro de 1999 a 17 de março de 2000, pela série infantil Flora Encantada.



Bambuluá


Bambuluá foi uma telenovela infantil produzido pela Rede Globo que estreou em 9 de outubro de 2000 e terminou em 21 de dezembro de 2001. Era exibido de segunda a sexta, no horário de 09:30 horas.


Protagonizado por Angélica, a atração tinha a colaboração dos Cavaleiros do Futuro, combatendo o Senhor Dumal e seus comparsas de Magush. Tinham também o Senhor Dubem, e o TV Globinho, originalmente um programa independente, que nesta atração virou um quadro do programa.


Um dos momentos marcantes do programa foi a chegada de bonecos da TV Colosso, de Luiz Ferré, na cidade de Bambuluá. Na trama, Priscilla, Gilmar e seus 4 Gilmares, JF, Capachão, Borges e Bullborg desciam de um disco voador canino num chafariz de pipoca.



Carreira no Cinema


No cinema, estreou em 1988 no filme Heróis Trapalhões, Uma Aventura na Selva. No filme, ela interpreta a apresentadora de programas infantis (que na época era) que acaba de ser seqüestrada por um fanático,mais de 3.231.000 vão aos cinemas. No ano seguinte participou de Os Trapalhões na Terra dos Monstros mais de dois milhões e meio de expectadores, interpretando uma apresentadora de programas infantis que acaba de ser seqüestrada por um fanático.


Em 1990 atua em outro filme também com a trupe de Renato AragãoUma Escola Atrapalhada mais de 3.700.000 (três milhões e setecentos mil) expectadores ,foi um de seus filmes de maior bilheteria . Em 1998 volta ao cinema a convite de Didi para uma pequena participação interpretando ela mesma em Simão o Fantasma Trapalhão.


Ainda em 1998, Angélica produz e protagoniza Zoando na TV, uma comédia romântica onde a apresentadora interpreta Angel, uma jovem sonhadora apaixonada por Márcio Garcia que sonha entrar para a TV. O filme leva também em circuito nacional mais de um milhão e duzetas mil pessoas aos cinemas.


Em 1998 Angélica tinha sua própria produção a Angélica Produções.


Em 2001, interpretou a fada Melissa em Xuxa e os Duendes, acabando de vez com as falsas especulações de rivalidades entre ela e Xuxa.


Em 2004 Angélica atuou como personagem principal no filme Um Show de Verão,esse foi o filme que rendeu a menor bilheteria levando em circuito nacional apenas duzentas mil pessoas aproximadamente, acredita que foi devido a censura.



Vídeografia


1982



1983



1988



1991



1993



1994



1996



1999



2000



2001



2002



2003



  • Celebridade – Angélica (pequena participação como ela mesma)

20012007



20062007 , 2008






Discografia



Singles Oficiais


1988



  • Vou de Táxi – #1
  • Eu Digo Sim – #3
  • Nosso Amor É Uma Festa (tema do filme Os Trapalhões na Terra dos Monstros – #28
  • Primeiro Amor – #21
  • Eu Não Sabia Que Você Existia – #41

1989



  • Super Cat – #23
  • Tic Tac – #7
  • O Calhambeque – #5
  • Toda Molhada de Chuva – #24
  • Roda Roda Roda – #6

1990



  • Eu Não Sou Bombom – #12
  • Angelical Touch (tema do filme Uma Escola Atrapalhada) – #17
  • Bye Que Bye Bye Bye – #6
  • Cest La Vie – #30
  • Me Dá Um Beijinho (participação Kaoma) – #4

1991



  • Ooh La La (Eu Vou Ganhar Você) – #7
  • Boa Tarde Meu Amor – #13
  • Amor Amor – #9
  • Ei Manhê – #43
  • Quando Você Chegar – #29

1992



  • Os Números – #38
  • Quis Fazer Você Feliz (participação Roupa Nova) – #16
  • Blue Jeans – #2
  • Exército do Surf – #4
  • Romance Bom – #26

1993



  • Brincar Com Fogo – #48
  • Flecha de Amor – #3
  • O Meu Jeito de Ser – #40
  • Loura Romântica – #54
  • Ponto Forte – #72
  • Guarde Para Os Dias de Chuva – #81

1994



  • Saudade – #22
  • Beat Acelerado – #13
  • Dona Felicidade – #69
  • Lindo Balão Azul – #44

1995



  • Vou Ficar – #4
  • Sonhos (participação Latino) – #3
  • A Dança das Horas – #45
  • Rap da Paquera – #55
  • Bem-Me-Quer – #89

1996



  • Big Bom – #3
  • Apaixonados (participação Maurício Mattar) – #5
  • Chocolate – #9
  • A Dança dos 40 Limões – #12
  • Fada Bela – #8

1997



  • Sem Você (participação Netinho) – #32
  • Calendário – #78
  • Ciúme – #5
  • Dança da Fadinha – #7
  • Toque de Magia (participação Chayanne) – #29
  • Palco (participação Gilberto Gil) – #46
  • Bombom – #62

1998



  • Amor Animal – #43
  • Palavrinhas Mágicas – #16
  • Ginástica – #58
  • Pense Nisso – #66
  • Não Chore Assim (participação Mariana de Carvalho) – #85

1999



2000



2001



  • O Sal da Terra (participação Jota Quest) – #68
  • Se A Gente Se Entender – #1
  • Esperando Na Janela – #15
  • Destino (participação Claudinho & Buchecha) – #26
  • Pra Viver Um Amor – #45

2002



  • Fotos No Espelho – 2002 – #77
  • Big, Big Mundo – 2002 – #31


Singles Não-Oficiais


1988



1999



2001



  • Pensando Em Ti (participação Belo) – #4

2004



2006



2007



  • Bobagens de Amor² – #1
  • Se Foi² – #1

²singles exclusivos da rádio infanto-juvenil HitsMix FM.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *