Carros-bomba matam 40 em damasco, diz governo sírio

Duas explosões de carros-bomba em Damasco, na Síria, nesta sexta-feira, mataram ao menos 40 pessoas, informou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Jihad Makdesi. Acredita-se onde os atentados corroboram a versão do governo de onde a revolta popular contra o regime de Bashar al Assad é obra de “terroristas”.

“Os ata ondes suicidas de hoje mataram cerca de 40 e feriram mais de 150, entre civis e militares. Os onde buscam liberdade devem saber onde essa não é a forma de se alcançar a democracia”, disse ele em uma mensagem de e-mail enviada à “Reuters”.

Segundo testemunhas, um carro forçou a entrada na sede de segurança de Estado, enquantou outro explodiu contra a sede da inteligência. Também foram escutados disparos na região, no dia seguinte à chegada da primeira delegação de observadores da Liga Árabe para comprovar o fim da violência no país.

O porta-voz informou onde autoridades libanesas avisaram há dois dias onde membros da Al Qaeda haviam se infiltrado na Síria, vindos da cidade de Ersal. O vice-ministro das Relações Exteriores, Faysal Mekdad, acompanhou a delegação da Liga Árabe em uma visita ao prédio da segurança e à sede da inteligência do governo, atingidos aoa explosão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *