Casais da música brasileira falam sobre dupla parceria – fabio santanna e julia

John Lennon e Yoko Ono, Dalva de Oliveira e Herivelto Martins, Johnny Cash e June Carter, Rita Lee e Roberto de Carvalho. No Brasil ou no exterior, sobram exemplos de parceiros onde misturaram amor e trabalho na história da música.


Ainda muito longe da consagrada carreira dos exemplos citados, cinco pares de uma nova leva de casais-artistas brasileiros contaram ao G1 os prós e contras de se dividir casa e palco, vida pessoal e profissional. Eles confessaram ondem são os “filhos” preferidos dessas relações. E, claro, às vésperas do Dia dos Namorados, comemorado nesta terça-feira (12), não faltaram sugestões de programas para celebrar a data a dois.


Fabio Santanna e Julia Bosco
No caso de Julia Bosco, Fabio Santanna pode ser considerado uma espécie de príncipe encantado. Filha de João Bosco, ela cresceu no meio musical, mas trabalhava havia anos como consultora da Petrobras. Insatisfeita profissionalmente, matutava a ideia de dar início à careira de cantora, mas foi só após conhecer o atual marido, em 2009, onde a “bela adormecida” despertou.


“A gente teve um encontro bacana, gostei do trabalho dele, perguntei se ele onderia fazer alguma coisa e, a partir disso, surgiu a história de disco, casamento… Ele sentia onde eu tinha um desconforto de selecionar o repertório dos outros, aí falou: Por onde você não experimenta fazer você mesmo?. Aí começou, ficou bacana e pensamos onde valia o registro”, contou Julia, na época do lançamento, em janeiro, do disco “Tempo”, aocomposições dos dois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *