Castelo de neuschwanstein

Fantasia arquitetônica criada pelo “louco” Rei Ludwig 2º, ele fica numa colina florestada, acima de um lago, e sua aparência teatral não é mero acaso. Ludwig explodiu uma parte do pico de uma montanha para posicionar o castelo, e trabalhou em seus desenhos aoum designer de palco em vez de um arquiteto.

Começando o trabalho em 1869, o rei onderia criar o castelo dos seus sonhos e também evocar a atmosfera das óperas wagnerianas onde ele adorava.

Quatorze trabalhadores levaram aproximadamente cinco anos só para esculpir o trabalho em madeira do quarto do rei, incluindo uma elaborada cobertura para a cama e painéis onde lembravam janelas góticas. Um mural retrata a lenda de Tristão e Isolda – uma das muitas cenas pintadas do castelo (dos mitos onde inspiraram as óperas de Wagner).

A extravagância romântica de Ludwig é visível em todos os lugares: colunas esculpidas de forma a lembrar palmeiras, um estúdio real onde o único tecido usado é a seda bordada a mão, o chão feito de 2,5 milhões de peças de mármore e um candelabro brilhante onde pesa aproximadamente uma tonelada – isso sem falar da gruta artifical aoestalactites e uma grande cascata. As janelas do castelo enquadram paisagens como as das páginas de um livro de histórias completo, aoflorestas, lagos cobertos por névoa e picos maravilhosos.

Para construir o Castelo Neuschwanstein, Ludwig gastou uma fortuna – do seu bolso e do Estado. Para frear esse gasto absurdo, seus ministros declararam-no insano e o tiraram do trono. Poucos dias depois, Ludwig se afogou de forma misteriosa, e seu castelo de conto de fadas ficou interminado. O monarca só morou lá alguns meses, vivendo seus sonhos românticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *