Centro de memória da usp conclui cd sobre parceria com escola pública

O Centro Específico de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério (Cefam) de Santo André, uma das unidades da recentemente extinta rede estadual de formação de professores de Ensino Infantil e 1ª a 4ª séries, terá sua memória registrada em um CD-Rom feito em parceria com o Centro de Memória da Educação da Universidade de São Paulo (CME/USP). “O material exposto no CD-Rom é um referencial metodológico tanto para parcerias futuras que venhamos a construir, como para outras universidades que tenham interesse fazer algo semelhante”, conclui a arquivista do CME Iomar Zaia, um dos coordenadores do projeto. O lançamento acontecerá no final do mês.

A pesquisa começou no primeiro semestre de 2003, de maneira bastante inusitada, quando três professoras do Cefam participaram de cursos de licenciatura da USP. O empenho e a satisfação do grupo por ter conseguido transpor os muros da universidade, não só chamou a atenção, Zaia, que atuava como monitora nas disciplinas, mas também incitou a curiosidade dos alunos do magistério de Santo André. Vários deles perguntavam às professoras “como era a USP”, vista apenas como “um local cercado próximo à margem do rio Tietê”. Tal envolvimento levou a equipe do Centro de Memória da Educação a buscar meios de abrir as portas da Universidade para os alunos do terceiro e quarto anos de magistério do ABC.


A alternativa encontrada foi proporcionar-lhes a oportunidade de cumprir parte do seu estágio curricular obrigatório dentro de unidades vinculadas à Faculdade de Educação, como no Centro de Memória e Documentação da Escola de Aplicação, o Museu da Educação e do Brinquedo, o Laboratório de Brinquedos e Materiais Pedagógicos, além da biblioteca e do Centro de Memória da Faculdade de Educação da USP. Os 72 selecionados, de mais de 370 interessados, passaram por oficinas de formação e assistiram a palestras antes de conhecerem e desenvolverem projetos de ensino e pesquisa em cada uma das unidades.


Os alunos documentaram as atividades educacionais realizadas e puderam apresentá-las na Semana de Educação da Faculdade de Educação da USP, um fato inédito, em um evento que só contava com a participação de alunos bolsistas da graduação ou pós-graduandos. Outra surpresa veio quando os alunos e as três professoras decidiram abrir os arquivos do Cefam e investigar as origens e a história do próprio colégio.


Depois de um ano de pesquisas e atividades de formação, os resultados geraram o CD-Rom intitulado Lugares da Memória, coordenado por Diana Gonçalves Vidal, coordenadora do Niephe/USP e Zaia. Outra colaboradora foi a ex-aluna do Cefam e atual aluna de graduação da USP, Raquel Colombo Oliveira. Para Zaia, o ingresso de Oliveira na graduação pode ser considerado um reflexo do projeto. “A aproximação de alunos das escolas públicas com o projeto serviu também para que muitos deles, que nunca tinham pensado em prestar vestibular, repensassem sua posição”, diz.


Embora o projeto já tenha sido concluído, a intenção do CME é desenvolver outras parcerias com escolas da rede pública ou particular, tomando a experiência com o Cefam como base. O CD-Rom já está disponível para consulta no CME, porém o lançamento oficial acontecerá na III Semana de Educação da Faculdade de Educação da USP, que ocorrerá entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro de 2005.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *