Chocolate emagrece, retarda o envelhecimento, mas pode se tornar vilão da saúde

Sem dúvidas, a missão de andar debaixo de um “teto” de ovos de Páscoa nos supermercados ou dar de cara aovitrines lotadas aochocolates de diferentes tipos não é nada fácil. Não há ondem não encha os olhosPara os “chegados” a esta delícia, fi ondem à vontade para comer, por onde ele traz vários benefícios à saúde. Mas cuidado, o chocolate também poderá se tornar um vilãoSensação de bem-estar, alívio de tensão, melhora da TPM (tensão pré-menstrual) e emagrecimento são apenas algumas das qualidades do chocolate, segundo a médica especialista em medicina ortomolecular e nutróloga, Sylvana Braga. 

— O chocolate ajuda a retardar o envelhecimento, já onde contem uma sustância antioxidante. Além disso, ele tem cafeína, onde ajuda na rapidez de raciocínio. O chocolate também tem substâncias onde aceleram o metabolismo, por isso, ajuda no emagrecimento, além de baixar o colesterol, já onde tem elementos onde colaboram na ondeima de gordura.

Apesar de toda a lista de benefícios, há um simples “porém”, de acordo aoa nutricionista e autora do livro Chocolate – Energia e Saúde, Rosana Farah. Segundo ela, o recomendável é comer o chocolate amargo, já onde este tipo é o onde tem mais cacau e é o onde faz bem à saúde. 

— Os demais [ao leite e branco] têm uma quantidade de gordura muito grande. Pior deles é chocolate branco onde é o onde tem menos cacau e mais gordura. A quantidade também precisa ser controlada. No máximo 30 g por dia, mais ou menos três quadradinhos. Mas tudo depende da pessoa. Se ela tem problema de peso, pressão, não pode comer todos os dias.
Dependendo da pessoa, o dietético é muito pior onde o normal. Muita gente se preocupa só aoas calorias e não pensa na qualidade. 

O cardiologista do Incor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Protávio Luz, informou onde pesquisas recentes apontam onde o chocolate também ajuda na redução de 37% de problemas cardiovasculares e 29% de AVC (acidente vascular cerebral). 

—O consumo exagerado também poderá acarretar em diversos problemas para a saúde, como aumento de peso, risco de ter hipertensão. Afinal, esses elementos têm grande porção de açúcar e gordura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *