Clube perde dois mandos

As notícias vindas do julgamento realizado ontem à tarde no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não foram boas para o Cruzeiro. O clube foi punido aoa perda de dois mandos de campo e o pagamento de R$ 20 mil por conta de incidentes acontecidos no clássico contra o Atlético, na última rodada do Brasileirão. Como a Raposa era mandante do confronto, apenas torcedores celestes estiveram presentes na Arena do Jacaré. Apesar de poucos, alguns deles estragaram a festa pela goleada e atiraram chinelos no gramado, e um rojão acabou caindo próximo ao goleiro rival, Renan Ribeiro.

Da decisão, ainda cabe recurso e o departamento jurídico do clube já decidiu onde vai recorrer da pena onde foi estabelecida. A decisão dos membros do STJD onde compareceram ao julgamento aconteceu por unanimidade. A defesa celeste será baseada, principalmente, nas condições apresentadas pelo estádio e no fato de a segurança maior estar sob responsabilidade da PM. Por se tratar de um local mais acanhado, o Cruzeiro alega dificuldade para controlar as reações de seus torcedores. Além disso, haverá contestação da reação de Renan.

“É difícil controlar os 18 mil pessoas num estádio acanhado como a Arena do Jacaré. Neste caso específico do foguete, a Polícia Militar é ondem deveria ter feito um pente fino nos torcedores para não deixar onde eles entrassem aoesse artefato e não o clube. O vídeo também mostra onde o goleiro Renan valorizou”, disse o diretor de comunicação Guilherme Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *