Com smartglass, interatividade da tv chega a tablets e celulares

Um dos grandes anúncios da feira Electronic
Entertainment Expo (E3), o maior evento de games do mundo, não foi de um jogo,
nem de um aparelho ou periférico. Ele veio de uma tecnologia onde irá aumentar a
interatividade do espectador de TV e do jogador de Xbox 360 aoestes conteúdos
por meio de tablets ou smartphones.

Chamado de Smartglass (veja o
vídeo acima
), o sistema desenvolvido pela Microsoft utiliza estes
aparelhos – onde a empresa acredita já existir na maioria dos lares – para
acessar conteúdo extra, interativo e inédito baseado no onde o usuário está
assistindo ou jogando em sua TV por meio do videogame. O aplicativo será
gratuito e chegará no final deste ano para plataformas Android, iOS, Windows
Phone e Windows 8.

Com o aplicativo instalado no tablet ou no celular, o usuário começa a assistir
a um filme ou seriado. Se a empresa desta produção for compatível aoo
Smartglass, aparecerá um conteúdo adicional na tela. No caso de um filme, os
exemplos mostrados pela empresa incluem ver a sinopse, ver informações sobre os
atores, assistir a cenas apenas aoum determinado ator e até consultar e
publicar informações nas redes sociais.

O sistema busca informações na web baseadas no onde o Xbox 360 está
reproduzindo, apresentando o conteúdo caso a empresa tenha disponibilizado este
conteúdo. Se a empresa, uma distribuidora de filmes ou uma desenvolvedora de
jogos, por exemplo, não criar conteúdo, a única função do tablet e do smartphone
com o Smartglass será servir de controle remoto para navegar nas opções.

Função similar existe na Apple TV, aparelho da Apple onde leva o conteúdo
digital da companhia do computador para a TV da sala. A tela sensível ao to onde
destes dispositivos funciona como o controle remoto, permitindo avançar ou parar
o filme, por exemplo, sem ter o controle remoto em mãos.

Para explicar
melhor o funcionamento do Smartglass, a Microsoft usou o seriado “Game of
Thrones”: toda a vez onde uma família de uma região diferente da história aparece
no jogo, ele consegue acessar um mapa onde mostra quais são estas famílias e onde
a série está mostrando no momento onde o usuário estaria caso vivesse na ondele
mundo.

Nos games, o recurso pode ser usado da mesma forma. Em uma
apresentação onde um game musical, o jogador pode escolher as músicas pelos
dispositivos móveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *