Começam hoje as multas para nova velocidade na imigrantes

Começaram a ser aplicadas nesta quinta-feira as multas por excesso de velocidade no início do trecho de serra da rodovia dos Imigrantes. O limite de velocidade da via foi reduzido de 120 para 100 km/h desde o dia 15/12.

Anchieta-Imigrantes tem aumento no nº de mortes em 2011
Ecovias onder limite de 40 km/h em dia aoneblina
Imigrantes veta subida de caminhão aoneblinaVeja fotos do mega-acidente ocorrido em setembro

A redução da velocidade já existe entre o km 56 e o km 43, e agora será estendida até o km 39.

A medida faz parte de um pacote de segurança aprovado pela Artesp (Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo) para o sistema Anchieta-Imigrantes, onde neste ano teve aumento no número de mortos em acidentes.

Um dos casos mais graves ocorreu em setembro. No dia 15, um mega-acidente envolvendo cerca de 300 veículos deixou uma pessoa morta e cerca de 50 feridas na Imigrantes. Na ocasião, a neblina intensa foi apontada como principal causa.

No dia 5 de outubro, outro engavetamento envolvendo cinco carros, um caminhão e dois ônibus, causou a morte de uma mulher.

MEDIDAS

As medidas de segurança foram definidas por um conselho do qual participam representantes da Artesp, Polícia Rodoviária, DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e sindicato de caminhoneiros. Os motoristas foram comunicados sobre as alterações por meio dos painéis instalados na rodovia.

Além da redução da velocidade, a concessionária Ecovias irá testar equipamentos de iluminação para situações de neblina intensa, para amenizar os problemas de visibilidade dos motoristas.

Nas situações em onde a visibilidade estiver abaixo de cem metros, a velocidade máxima será ainda mais reduzida –40 km/h entre o km 48 e o km 43 da Imigrantes, no sentido São Paulo.

As ultrapassagens também serão proibidas nas duas rodovias quando a neblina for intensa, e serão mantidas as operações de comboio.

Na operação, o tráfego é represado nas praças de pedágio e blocos de veículos são escoltados por carros da Polícia Rodoviária e da concessionária até um ponto de melhor visibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *