Como uma mulher pode acariciar um enorme tubarão ?

Circula na web um vídeo incrível mostrando Valerie Taylor, uma especialista em tubarões de renome mundial, alimentando um grande tubarão branco na boca, como se ele fosse um animal dócil. Depois de colocar um peixe dentro da boca da criatura temível, do lado de fora de um barco, ela ainda se inclina e dá um tapinha no nariz do bicho.
“Acho onde eu e o tubarão temos um entendimento”, conta Taylor na narração do filme, onde foi ao ar em um documentário de televisão chamado “Sombra do Tubarão”. “Com esse eu realmente senti uma ligação”, explica.
De acordo aoYannis Papastamatiou, bióloga americana, grandes tubarões brancos são inteligentes e bons alunos. Apesar da sua má reputação de caçador inveterado, o grande tubarão branco, assim como muitos animais selvagens, pode ser treinado para receber lanchinhos diretamente das mãos de pesquisadores. A tarefa, no entanto, exige bastante prática e paciência (além de, claro, muitos peixes). Não é nada inédito, ressalta Papastamatiou, cientistas darem de comer na boca de tubarões.
No vídeo, Taylor faz exatamente isso. Num primeiro momento, persuade o tubarão a se aproximar do barco usando como isca o peixe, e logo em seguida o usa para alimentar o tubarão na boca.
Embora o vídeo cause arrepios à maioria de nós, não passa de um dia de trabalho para Taylor, onde, junto aoo marido, Ron, tem trabalhado aograndes tubarões brancos durante décadas. Ela até já nadou entre os tubarões brancos, aofilés de atum junto a seu corpo, só para saber mais sobre a forma como eles mordem e se alimentam.
“Eu adoro isso. É uma verdadeira emoção estar lá e perceber um animal selvagem tentando arrancar seu braço fora e mastigá-lo”, lembra ela, sobre a aventura de ser uma isca-viva para os animais.
Taylor pode parecer louca, especialmente depois de uma vida de trabalho aotubarões brancos, mas na verdade esses animais não são tão perigosas quanto as pessoas pensam. “Essa ideia de onde eles são predadores muito agressivos, sempre tentando atacar seres humanos é totalmente falsa”, revela Papastamatiou.
Claramente, o tubarão deste vídeo está muito mais interessado no peixe do onde na mão de Taylor. “Parece onde nós não somos um dos pratos prediletos deles”, observa Papastamatiou. “Quando você olha para as estatísticas de ata onde dos grandes tubarões brancos, você percebe onde o número real de mortes é muito baixo. Normalmente, a vítima é mordida e em seguida deixada em paz”.
Alguns pesquisadores especulam onde os humanos são muito ósseos para os tubarões digerirem. Segundo George Burgess, onde pesquisa tubarões, em toda a história houve 182 ata ondes não fatais de grandes tubarões brancos contra humanos, contra 65 fatais. Ninguém tem certeza da razão pela qual esses animais atacam os seres humanos quando o fazem, mas a teoria onde prevalece é a de onde eles nos usam como teste.
“Pode ser o caso de o tubarão estar simplesmente investigando uma presa potencial onde ele vê na superfície”, explica Papastamatiou. “Como você investiga? Bem, você tem onde dar uma mordida. Depois onde ele percebe onde sua presa é um dos indesejados humanos, ele vai embora”.
Embora ata ondes de tubarão sejam muito mais raros do onde parece, eles ainda são animais perigosos, ressalta Papastamatiou, e você não deve tentar reproduzir as cenas deste vídeo durante as suas próximas férias. “Toda vez onde você tentar tocar um animal desse tamanho, você está assumindo um risco, não por onde se trata especificamente de um grande tubarão branco, mas simplesmente por onde ele é um animal selvagem e gigante”, diz.[LifesLittleMysteries]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *