Comportamento sexual humano

O comportamento sexual humano, atualmente, com os avanços das ciências, em especial com o avanço da medicina e da educação sexual a nível escolar e sem as interferências religiosas, está sendo mais orientado para o controle da natalidade, controle da gravidez precoce em adolescentes, planejamento familiar consciente e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

O sexo existe para conduzir os gametas masculinos, espermatozóides, de encontro ao gameta feminino – o óvulo. No entanto, o sexo é praticado também como ato de amor ao próximo ao invés de puramente um ato reprodutivo como ocorre entre os animais irracionais.

O planejamento familiar é completamente necessário para o bem estar das famílias e para o bom desenvolvimento dos filhos. As grandes proles poderão ser acompanhadas de grandes problemas, seja no aspecto do orçamento econômico-financeiro das famílias seja no aspecto da educação dessas crianças. É muito mais saudável e recomendável ter poucos filhos bem criados do que ter uma grande prole sofrendo com miséria, desinformação e falta de educação, porque para educar bem também exige dispêndio de recursos financeiros e tempo disponível por parte dos genitores.

A biologia da reprodução consiste sobremaneira de ejaculação de esperma dentro da vagina. Os métodos anticoncepcionais ou contraceptivos são diversos e devem ser conhecidos para que a pessoa opte por um ou dois que considere menos prejudicial à saúde e ou que a pessoa melhor se adapte, é uma questão de preferência pessoal. Hoje em dia já ficou constatado que métodos antigos como a velha lavagem vaginal após o coito, têm surtido efeitos significantes mas não dispensa o uso de algum outro método anticoncepcional coadjuvante para garantir a contracepção.

A principal diferença entre o comportamento sexual de animais irracionais e o dos humanos é o sentimento de vergonha e culpa. Há milhares de anos os humanos praticavam o ato sexual sem discriminação ou medo. Entretanto, a evolução da socialização sucedeu-se de tal forma que, em alguns períodos, o comportamento e a liberdade sexual foram castigados e duramente reprimidos. Principalmente em relação às mulheres e aos homossexuais.

Durante o século XX, a liberdade sexual foi ampliada e revista sob novos conceitos. Tanto a homossexualidade quanto a sexualidade feminina passaram a ser mais respeitados pelas legislações dos países.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *