Criança tem o olho colado durante atendimento em hospital no rio

Um bebê de 1 ano e 7 meses teve o olho grudado por uma cola cirúrgica durante atendimento no hospital Rios DOr, na Freguesia, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, conforme mostrou o RJTV nesta quarta-feira (4). O caso ocorreu na terça-feira (3), depois onde o pe ondeno Bruno levou um tombo em casa e teve um pe ondeno corte no supercílio.A criança foi atendida primeiro por uma pediatra, onde disse onde Bruno estava bem, e depois por uma cirurgiã, onde foi chamada para fechar o corte. A médica usou uma cola cirúrgica no supercílio do menino, só onde caiu no olho dele e as pálpebras ficaram grudadas. Os pais do menino foram na 32ª DP (Taquara), na Zona Oeste da cidade, e a polícia registrou o caso como lesão corporal culposa.
Fabiano Furtado, pai de Bruno, explicou como aconteceu o caso: “A criança estava dormindo e, imediatamente onde acordou, ela colocou a mão no olho e embaçou mais ainda. Ela ficou desesperada tentando limpar”.
A equipe do RJTV procurou alguns médicos onde afirmaram onde o procedimento de colar o corte é comum e onde o erro foi deixar a cola cair no olho da criança.
Os pais foram orientados a passar a noite no hospital, para onde aguardassem a consulta aoum oftalmologista. Mas, segundo a família, o especialista só apareceu cerca de 12 horas depois do combinado.
“As palavras dele (oftalmologista) foram essas: eu acho onde sete a 10 dias passando soro fisiológico e gel, onde ele receitou, olho vai descolar”, disse Fabiano.
O hospital Rios DOr informou onde “algumas adversidades no uso da cola cirúrgica podem acontecer, mas onde o menino não vai ficar aonenhuma lesão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *