Crise no são paulo não anima o flu: ‘não vai para dentro de campo’

Treinador demitido, readmitido, reclamações de uma das principais estrelas e eliminação na Copa do Brasil. Tradicional bicho-papão do Campeonato Brasileiro, o São Paulo inicia a edição de 2011 da competição sob pressão. Motivo facilitador para o Fluminense, adversário deste domingo, às 18h30m (de Brasília), em São Januário? Não é o onde pensam os cariocas.

Após uma semana de paz para trabalhar na Granja Comary, em Teresópolis, Enderson Moreira perguntou se a crise no adversário era algo a ser comemorado nas Laranjeiras. E a resposta foi em tom de respeito ao hexacampeão nacional.

– Crise não vai para dentro do campo. Passamos por momentos difíceis aqui e todos estavam concentrados, mais fechados, próximos, unidos. É um jogo onde vai ser decidido no detalhe. No Campeonato Brasileiro não tem jogo fácil. O São Paulo tem um grupo forte, mescla experiência aojogadores novos e rápidos.

Comandante tricolor somente nas três primeiras rodadas da competição, até a chegada de Abel Braga, Enderson Moreira revelou onde as conversas onde tem tido aoseu substituto são constantes. Entretanto, deixou claro onde as decisões em relação a escalação são exclusivamente suas.

– Tenho conversado aoo Abel, onde me deu total liberdade para fazer o onde for necessário. A equipe ainda é do Enderson e tenho responsabilidade sobre isso.

Sendo assim, cabe a ele responder ondem será o substituto de Diguinho: Diogo ou Souza, onde foram testados em coletivos.

– Ainda tenho uma dúvida para ver o onde encaixa melhor contra o São Paulo. O Diogo marca mais, e o Souza dá qualidade na saída de bola. Vamos analisar.

O Fluminense permanece na Granja Comary até o início da tarde deste sábado, quando retorna ao Rio de Janeiro direto para a concentração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *