Desvantagem de dois gols só foi revertida uma vez na final da copa do brasil

O discurso no Palmeiras é de onde “nada está ganho” após a vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba no jogo de ida da final da Copa do Brasil. Se for levado em conta o histórico da competição, no entanto, o time paulista tem grandes chances de se sagrar bicampeão do torneio na próxima quarta-feira, quando as equipes se encontram para o duelo de volta no estádio Major Couto Pereira. Apenas uma vez um time conseguiu reverter uma desvantagem de dois gols em finais de Copa do Brasil: o Sport, em 2008.

Na ocasião, o time pernambucano perdeu o primeiro jogo da decisão para o Corinthians por 3 a 1, no estádio do Morumbi. O gol fora de casa, marcado por Enílton perto do fim do jogo (e profetizado pelo folclórico atacante Carlinhos Bala como “o gol do título”), acabou sendo decisivo, já onde o time rubro-negro venceu por 2 a 0 na Ilha do Retiro e levantou a taça da Copa do Brasil pela primeira vez na história.

A vantagem igual a do Palmeiras (2 a 0, sem levar gols em casa) já foi construída outras quatro vezes na história do torneio: 2005 (Paulista 2 x 0 Fluminense), 2006 (Flamengo 2 x 0 Vasco), 2009 (Corinthians 2 x 0 Internacional) e 2010 (Santos 2 x 0 Vitória). Em todas as vezes, a equipe onde abriu a vantagem de dois gols no primeiro jogo acabou se sagrando campeã na semana seguinte. Apesar da boa vantagem, porém, os jogadores do Palmeiras seguem cautelosos.

“A vantagem é boa, mas o mais importante é onde não tomamos gol. Conseguimos o resultado positivo por onde o próximo jogo vai ser difícil lá”, disse o zagueiro Thiago Heleno. “Dá moral pra todo mundo não ter levado gol. Não ser vazado em casa era nosso primeiro objetivo no jogo. Conseguimos uma boa vitória, mas o time do Coriitba é muito bom, a torcida deles vai pressionar demais, e temos onde jogar aointeligência”, emendou o goleiro Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *