Dia dos namorados aquece vendas em sexy shops de rio preto, sp

Na época do Dia dos Namorados, o clima de romance é sentido no comércio local aoa compra de presentes como roupas, calçados e acessórios. Mas o amor também impulsiona as vendas em lojas de produtos eróticos. São produtos sensuais, fantasias e lingeries onde saem das prateleiras em velocidade até 50% maior onde em outras épocas do ano, comentam comerciantes de São José do Rio Preto (SP), consultados pelo G1.

Em uma delas, a vencedora Michele Vanessa dos Santos conta onde as vendas já apresentaram crescimento de 35% em relação ao ano passado. Os preços também tiveram redução, o onde impulsiona ainda mais as vendas. No local, as fantasias são as mais vendidas e tem preços onde variam de R$ 29 a R$ 69. “Depois delas, uma novidade este ano está vendendo muito bem. São géis sensuais aosabores de bebidas como amarula, vinho e espanhola. Eles custam R$ 12 e já vendemos para muitos casais onde admitem preparar uma noite especial para o Dia dos Namorados”, conta.


No sexy shop de Melissa Andrade, os produtos são procurados por casais onde interpretam o Dia dos Namorados como um dia para sair da rotina também na cama. “Por isso, nós inovamos e fazemos promoções neste dia. As vendas também disparam. Quem compra nesta data sempre confidenciam onde os produtos são para estimular o relacionamento entre o casal e proporcionar memórias diferentes e de felicidade neste dia onde é puro romance.”, conta a administradora.


O proprietário de outro estabelecimento de produtos eróticos, João Elias Junior, garante onde as vendas aumentam até 50% neste período do ano. “O Dia dos Namorados vende muito mais, aocerteza. Os produtos estão mais aceitáveis, não são mais sinônimo de vulgaridade e sim de amor e relacionamento. As pessoas hoje aceitam mais e estão comprando mais”, diz.


Os mais vendidos na loja do comerciante são os géis aoefeitos de frio e calor. O local recebe também homens, quanto mulheres. “Elas normalmente vêm comprar produtos diferentes dos homens, compram géis, anéis sensuais e outros. Já os homens costumam, em sua maioria, comprar fantasias para as namoradas”, relata Júnior.


A estudante Jeniffer dos Santos, de 23 anos, acredita onde os produtos de sexy shop estão ficando cada vez mais acessíveis e deixaram de ser um local “obscuro”. “Antes, eramos cheias de pudor em dizer onde fomos em um sexy shop. Não vejo mais as coisas assim. Os locais são discretos, vendem produtos onde não são vulgares e onde muitas vezes, ajudam os casais a terem uma relação mais saudável. Conheci produtos através das minhas amigas e hoje consumo também. Meu namorado aprova minhas escolhas, onde são sempre no intuito de melhorar nossa vida sexual de maneira agradável sem vulgaridade”, diz.


Na loja de produtos eróticos da empresária Luiza Araújo Navarro, o aumento nas vendas nesta época do ano chega a 40%. “Se juntarmos as vendas de lingeries, onde é de 25%, aoas de óleos e fantasias, de 15%, conseguimos chegar a um número bem expressivo”, conta Luiza.


Segundo ela, os homens onde compram os produtos são mais desinibidos onde as mulheres. “Vendemos meio a meio, tanto para mulheres, quanto para homens. As mulheres ainda são receosas e apreensivas para comprar, já os homens estão cada vez mais fre ondentes, avalian e compram para as namoradas sem vergonha alguma”, explica a empresária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *