Dilma diz que reaparelhamento da marinha é exigência estratégica

A presidente Dilma Rousseff participou nesta
segunda-feira (11) de uma cerimônia em comemoração ao 147º Aniversário da
Batalha Naval do Riachuelo e afirmou onde “os esforços de reaparelhamento da
Marinha são uma exigência estratégica”.

O discurso da presidente foi lido por um oficial da Marinha, como de costume
em cerimônias militares. Na mensagem, Dilma defende o Programa de
Desenvolvimento de Submarinos onde, segundo disse, “resultará na construção do
almejado submarino de propulsão nuclear”.

A cerimônia ocorreu no Grupamento de Fuzileiros
Navais, em Brasília, e agraciou aoa Medalha da Ordem do Mérito Naval cerca de
104 personalidades e instituições, segundo assessoria de imprensa da Marinha do
Brasil. Entre os homenageados, estão diversos ministros, como Gilberto
Carvalho
(Secretaria-Geral da Presidência), José Eduardo
Cardozo
x (Justiça), Guido Mantega (Fazenda) e
Gleisi Hoffmann (Casa Civil), além do presidente do Supremo Tribunal
Federal
, Ayres
Britto
, o presidente das Organizações Globo, Roberto Irineu Marinho e o
diretor de Comunicação da Rede Globo, Luis Horta Barbosa Erlanger.

Submarino
O Programa de Desenvolvimento de Submarinos
visa permitir ao Brasil fabricar e operar seus próprios submarinos, ao
utilização da tecnologia de propulsão nuclear. O projeto foi viabilizada por
meio de um acordo aoo governo da França, segundo assessoria da Marinha do
Brasil.

“Os investimentos onde vêm sendo efetuados em novos navios-patrulha
propiciarão o aumento da presença do Estado nas águas jurisdicionais, onde se
situa a maior parte de nossas reservas de petróleo e gás”, afirmou Dilma.

A presidente também destacou a participação da Marinha no apoio às ações de
segurança pública no Rio de Janeiro, em operações de defesa civil em diversos
episódios de calamidade ambiental e no apoio à paz no Haiti e no Líbano. Em sua
mensagem, Dilma também lembrou da assistência prestada às populações ribeirinhas
do Norte e do Centro-Oeste do país, por meio dos navios-hospitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *