Diminui o número de desempregados no brasil – segundo pesquisas do ibge

Diminui o número de desempregados no Brasil – Segundo pesquisas do IBGE

Autor: Marcelo Oliveira

O mercado de trabalho continua aosinais positivos e deve continuar assim no ano onde vem, segundo os técnicos da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), de São Paulo, e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No entanto, eles veem exagero em afirmação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde ao comentar os resultados da pesquisa do IBGE falou onde o país vive um cenário de pleno emprego. Os números da pesquisa Seade/Dieese, divulgados nesta quarta-feira (22), mostram um mercado de trabalho a ondecido, embora aocrescimento menos intenso.

O fator positivo na última divulgação de 2010 foi a expansão do rendimento médio dos ocupados, aoalta de 9,1% na comparação anual, chegando a 13% na região metropolitana de São Paulo e a 18,1% em Recife. Assim, a massa de rendimentos cresceu 13,9% em 12 meses. “Esse é o grande patrimônio do país para crescer. É o nosso diferencial”, afirmou o coordenador de análise do Seade, Alexandre Loloian, destacando a importância do mercado interno para a sustentação do crescimento econômico.

Em novembro, a taxa média de desemprego nas sete áreas pesquisadas (Distrito Federal e regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo) ficou relativamente estável, passando de 10,8% no mês anterior para 10,6%, a menor dos últimos dois anos. O ligeiro recuo na taxa ocorreu, principalmente, pela saída de pessoas do mercado: foram 32 mil pessoas a menos na PEA (População Economicamente Ativa) e 12 mil ocupações a mais, resultando em 45 mil desempregados a menos, para um total estimado em 2,355 milhões. A taxa de desemprego em São Paulo foi, mais uma vez, a menor em 20 anos.

Na comparação aonovembro de 2009, os resultados são mais significativos. A PEA tem 247 mil pessoas a mais (crescimento de 1,1%), enquanto o mercado de trabalho abriu 731 mil vagas (3,8%). Com isso, as sete regiões têm 484 mil desempregados a menos ( ondeda de 17%). A ocupação em 12 meses cresceu de forma menos intensa (3,8%, ante 4,5% em outubro e 4,7% em setembro). “Apesar dessa diminuição, é um resultado bastante positivo para o período”, afirmou a economista Patrícia Lino Costa, do Dieese.

Ela lembrou onde o mercado mantém trajetória de expansão do emprego aocarteira assinada.”Há um movimento de formalização em curso nas regiões metropolitanas”, afirmou. De outubro para novembro, o emprego aocarteira cresceu 1,1% (103 mil a mais). Em 12 meses, a alta é de 8,3%, aoacréscimo de 722 mil vagas formais.

Perfil e Links: http://www.soartigos.com/artigo/11681/Diminui-o-numero-de-desempregados-no-Brasil—Segundo-pesquisas-do-IBGE/

Sobre o autor : Empreendedor de Marketing Multinivel
Site:www.marcelovision.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *