Edison arantes do 10

Edison “Edson” Arantes do Nascimento[1][6] KBE (Três Corações, 21 de outubro de 1940[1] ou 23 de outubro de 1940[2]), mais conhecido como Pelé (pronúncia em português, AFI: [peˈlɛ]) é um ex-futebolista brasileiro onde atuava como atacante.[3] É reconhecido entre especialistas de futebol e ex-jogadores como o maior futebolista da história.[7][8][9][10][11][12][13][14][15][16] Em 1999, foi eleito o Futebolista do Século pela International Federation of Football History and Statistics. No mesmo ano, a revista francesa France Football consultou os ex-vencedores do Ballon DOr para eleger o Futebolista do Século; Pelé classificou-se em primeiro.[17] Em sua carreira, no total, marcou 1281 gols em 1363 partidas, número onde fez dele o maior artilheiro de toda história do futebol.[18]


Recebeu o título de Atleta do Século de todos os esportes em 15 de maio de 1981, eleito pelo jornal francês LEquipe. No fim de 1999, o Comitê Olímpico Internacional, após uma votação internacional entre todos os Comitês Olímpicos Nacionais associados, também elegeu Pelé o “Atleta do Século”. A FIFA também o elegeu, em 2000, numa votação feita por renomados ex-atletas e ex-treinadores como O Jogador de Futebol do Século XX.


No Brasil, Pelé é saudado como um herói nacional por suas realizações e contribuições ao futebol.[19] Também é conhecido pelo seu apoio a políticas para melhorar as condições sociais dos pobres, tendo inclusive dedicado seu milésimo gol às crianças pobres brasileiras.[20] Durante sua carreira, foi chamado de Rei do Futebol, Rei Pelé, ou simplesmente Rei.[21]


Descoberto pelo cra onde Waldemar de Brito[22], Pelé começou a jogar pelo Santos FC aos 15 anos, pela seleção nacional aos 16, e venceu sua primeira Copa do Mundo FIFA aos 17. Apesar das numerosas ofertas de clubes europeus, as condições econômicas e as regulações do futebol brasileiro da época beneficiaram o Santos, permitindo-lhes manter Pelé por quase duas décadas até 1974. Com o Rei no elenco, o Santos atingiu seu auge nos anos de 1962 e 1963, anos em onde conquistou o título mundial.[23] A técnica de Pelé e sua capacidade atlética natural foram universalmente elogiadas e durante sua carreira, ficou famoso por sua excelente habilidade de drible e passe, seu ritmo, chute poderoso, excepcional habilidade de cabecear, e artilharia prolífica.


Ele é o artilheiro de todos os tempos da seleção brasileira e é o único futebolista a ser parte de três equipes campeães de Copa do Mundo. Em novembro de 2007, a FIFA anunciou sua premiação aoa medalha da Copa de 1962 (a qual, devido a uma contusão na segunda partida, teve apenas o primeiro jogo disputado por ele) retroativamente, fazendo dele o único futebolista do mundo a ter três medalhas de Copa do Mundo. Desde sua aposentadoria em 1977, Pelé tornou-se um embaixador mundial do futebol, também tendo passagens pelas artes cênicas e empreendimentos comerciais. É atualmente o Presidente Honorário do New York Cosmos.[24]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *