Em que região existe o jatobá?

Jatobá



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.





Nota: Para outros significados de Jatobá, ver Jatobá (desambiguação).














Wikipedia:Como ler uma caixa taxonómica
Como ler uma caixa taxonómica
Jatobá
Hymenaea courbaril

Hymenaea courbaril
Classificação científica





























Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Subfamília: Caesalpinioideae
Tribo: Detarieae
Género: Hymenaea
Espécie: H. courbaril

Nome binomial
Hymenaea courbaril
( L., )


imagem de frutos e folhas do Jatobá.

imagem de frutos e folhas do Jatobá.

O jatobá (Hymenaea courbaril L. Var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.; FabaceaeCaesalpinioideae) é uma árvore originalmente encontrada na Amazônia e Mata Atlântica brasileiras, onde ocorre naturalmente desde o Piauí até o Norte do Paraná, na floresta latifoliada semidecidual. No cerrado ocorre a espécie H. stigonocarpa, também conhecida como jatobá.


Com altura entre 15 e 20 m e tronco que chega a 1 m de diâmetro, suas folhas têm dois folíolos brilhantes de 6-14 cm de comprimento. O fruto é um legume indeiscente, bastante duro.


A madeira é empregada na construção civil em vigas, caibros, ripas, acabamentos internos (marcos de portas, tacos e tábuas para assoalhos), na confecção de artigos para esportes, cabos de ferramentas, peças torneadas, esquadrias e móveis.


A polpa do legume é comestível e muito nutritiva. É usada como alimento também pela fauna.


Entre seringueiros e moradores de regiões próximas das florestas onde se encontram, é comum utilizarem a casca da árvore para fazer um chá, também chamado de vinho do jatobá. Acreditam que este chá é um poderoso estimulante e fortificante. Por volta do início dos anos 2000, para evitar a retirada da casca, a UFAC (Universidade Federal do Acre) desenvolveu um método de extração do vinho do jatobá através de uma mangueira.


Como planta medicinal, diferentes partes são usadas por indígenas do Brasil, Guianas e Peru contra diarréia, tosse, bronquite, problemas de estômago e fungos nos pés.


Em épocas diferentes, desde 1930, foi indicada a comercializada para fins medicinais. A partir do final do século XX passou a ser estudada por etnobotânicos americanos, e é consumida nos EUA com os mesmos fins tradicionais.


Tem sido usada na recomposição de matas degradadas, e com este fim suas sementes são comercializadas pelas Redes de Sementes oficiais de seus biomas de origem.



[editar] Fruta mística


Jatobá, é uma fruta muito conhecida dos índios da América Latina por ser uma das frutas místicas. Por assim ser, os índios pesquisavam seus efeitos de consumí-la. Esta fruta trazia equílibrio de anseios, desejos, sentimentos e pensamentos em uma orgia espiritual. Os índios costumavam em tempos remotos comer um ou dois pedaços de Jatobá e logo após fazer rodas de meditação. Eles coltuavam a fruto e hoje a árvore (Jatobeira) é considara um patrimônio sagrado no Brasil. Ao longo do tempo, as pessoas foram se perguntado e se a poupa da forta fazia mesmo efeito sobre a saúde mental e sentimental. Com isso, muitos cientistas passaram a estudar seus efeitos. Estes concluíram que o Jatobá, traz alguns benefícios importantes como a organização mental e a purificação dos sentimentos, o que de fato equilíbra o conjuto dentro da pessoa. Já o quanto tempo a pessoa precisa se alimentar disso para se sentir bem ainda é contestável. Também foi descoberto que o exageiro no consumo por dia pode gerar o efeito contrário deixando a pessoa tonta e com seu organismo desregulado por ser uma fruta muito forte.



[editar] Fontes



  • Lorenzi, H. Árvores brasileiras vol 1, 4a. ed., 2002. Editora Plantarum.
  • Lorenzi, H. e Abreu Matos, F. J., 2002. Plantas Medicinais no Brasil. Editora Plantarum.


[editar] Ver também









  Este artigo é um esboço sobre Botânica. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.






Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *