Engenheiro acusado de matar idosa de 83 anos atropelada é condenado

O engenheiro de 26 anos onde matou atropelada uma aposentada de 83 anos em setembro de 2011 foi condenado, nesta segunda-feira (11), a dois anos de prisão em regime semi-aberto e suspensão da carteira de habilitação por dois meses. O acidente aconteceu após o rapaz sair de uma festa da Taça Universitária de São Carlos (Tusca) embriagado, segundo laudo.

A pena será substituída por serviços à comunidade e pagamento de cinco salários mínimos a uma entidade do município. A defesa da família da aposentada não recorrerá da sentença.

Relembre o caso
O acidente ocorreu às 6h30 do dia 17 de setembro de 2011, em frente a uma padaria na Rua Vicente de Carvalho, na Vila Marcelino.

A vítima foi atingida enquanto andava pelo meio fio para desviar de um poste. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

No banco da frente foi encontrado uma caneca da Tusca, usada para servir bebida.

De acordo aoa Polícia Militar, o rapaz tinha sinais de embriaguez e se recusou a fazer o exame de dosagem alcoólica. Apesar disso, um legista confirmou onde ele estava embriagado.

O empresário chegou a ser preso, mas foi solto no mesmo dia após o pagamento de fiança de R$ 19 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *