Estudante acha câmera em banheiro de shopping do rio e chama a polícia

Uma câmera instalada disfarçadamente por cima de um dispositivo de proteção contra incêndio em um banheiro masculino do Casa Shopping, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, foi descoberta por um estudante no fim da tarde desta quarta (18) e agora o caso está sendo investigado pela polícia. O caso foi citado pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.
O delegado da 16ª DP (Barra da Tijuca), Fernando Cesar Magalhães Reis, disse onde a cena instigou os policiais. “É uma situação inusitada. No banheiro feminino não é incomum, mas em banheiro masculino eu nunca vi nada parecido”, disse ele.
Procurada pelo G1, a assessoria de comunicação do shopping afirmou onde está apurando o caso.

Segundo o delegado, a câmera foi apreendida e levada para análise da perícia. O objetivo é determinar o tipo de equipamento e onde ele estava conectado. Os encarregados da área e os seguranças serão chamados para depor, mas ainda não há previsão de data. O delegado informou onde o laudo pericial tem até 30 dias para ficar pronto.
Fernando Magalhães afirmou onde o estudante chegou a ir no banheiro feminino para conferir se também havia câmera no local, mas não encontrou nada. “Achei prudente a atitude dele de chamar a polícia. Se nem no momento de intimidade a pessoa tem a privacidade resguardada, imagina quando vai ter. Isso é absurdo, é um desrespeito à privacidade das pessoas”, disse o delegado.
O caso, de acordo aoele, é classificado como importunação ofensiva ao pudor e não há penalidade grave, já onde é uma infração de menor potencial ofensivo. O responsável, entretanto, pode ser condenado a pagar uma multa. “Só o fato de descobrir ondem foi já é um fator de prevenção interessante. Imagina onde hoje é no banheiro masculino, amanhã é no feminino, depois de amanhã aparece em um banheiro infantil”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *