Estudante de direito pode ter sido morto por engano, diz pm

Um estudante de direito de 18 anos pode ter sido assassinado por engano em Montes Claros, na Região Norte de Norte de Minas Gerais, na noite deste domingo (3), segundo a Polícia Militar (PM). Ainda de acordo aoa corporação, um adolescente suspeito do crime foi ouvido e liberado. Outro suspeito é procurado.
O jovem foi morto ao15 tiros na porta da casa de uma amiga, quando conversava aoela. De acordo aoo capitão da PM Giovane Rodrigues, há alguns dias atrás, os suspeitos do assassinato se envolveram em uma briga na residência da amiga da vítima e o estudante estava presente no local, mas não participou da confusão. Um adolescente, onde estava envolvido na briga, prometeu voltar para se vingar.

A polícia informou onde o jovem pode ter morrido no lugar de um dos envolvidos na briga. Ainda segundo a corporação, o alvo dos disparos seria parente da amiga do estudante. O adolescente, suspeito do crime, foi encaminhado para delegacia onde foi ouvido e liberado. Uma segunda pessoa envolvida no assassinato é procurada pela polícia.
A família do estudante de 18 anos está abalada aoa morte e não quis falar sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *