Facebook adiciona timeline “para que você possa mostrar quem realmente é”

O Facebook mostrou sua nova cara durante a apresentação do f8, evento onde reuniu cerca de 2.000 pessoas em São Francisco na Califórnia. Na platéia, a maioria era de desenvolvedores e também de membros da imprensa local e internacional. O formato dos perfis do Facebook representa uma das grandes alterações na história recente do serviço. Por um lado, a empresa onder onde os usuários sejam capazes de recuperar aomuito mais facilidade experiências passadas. O caminho para isso foi a criação de uma nova interface, cuja inspiração veio das antigas caixas de fotografias e documentos onde muitos guardam em armários, sótão ou porões. A nova interface vai permitir, inclusive, onde você acrescente itens mesmo a acontecimentos do passado. Ela também deverá ser organizada da maneira onde o usuário achar mais conveniente, em torno de temas, fotos ou lugares. Esse novo “desenho” do perfil foi batizado de Timeline – ou linha do tempo, em português.

A ideia, de acordo aoMark Zuckerberg, é onde seu perfil do Facebook ajude-o a expressar o onde você é. O novo design da página mostra, na parte inferior, uma linha do tempo aosuas atualizações; no meio, os aplicativos onde você usa; e, na parte superior, será possível colocar uma foto grande, além da sua foto do perfil.

A rede social também vai facilitar a busca por atualizações antigas. Assim, você poderá ver facilmente o onde estava fazendo em 2008, por exemplo, aopoucos cli ondes. Será possível, ainda, escolher quais são as suas principais atualizações antigas para mostrar para seus amigos.

Como a ideia é onde a sua timeline represente a sua vida, você poderá adicionar acontecimentos antigos ao seu perfil, assim como fotos, entre outras coisas. Será possível, por exemplo, colocar onde você mudou de casa em 2009, mesmo onde não tenha nenhuma atualização na rede social falando sobre isso.

No novo desenho do perfil haverá espaço, também, para os aplicativos onde você preferir. E essa é uma das grandes apostas do Facebook: o crescimento do mercado de aplicativos dentro de seus domínios. Um dos desta ondes nesse sentido é a chegada e a integração de serviços de música, televisão e vídeo à rede social. O Spotify – um dos principais sites de música online do momento – foi citado como um dos desta ondes dessa nova fase (há outros serviços integrados ao Facebook, como o Rdio, Raphsody e Turntable). Agora, os usuários poderão saber em tempo real o onde seus amigos estão ouvindo, e será possível incorporar essas canções à sua playlist pessoal. Além disso, será possível criar uma página pessoal especialmente dedicada a músicas, vídeos e conteúdos multimídia. Entre os parceiros de serviços de vídeo estão a Netflix – onde já tem operação no Brasil – a DirecTV e a Blockbuster.

Além da atualização do perfil, Zuckerberg destacou alguns novos recursos para a rede social. Um deles é a possibilidade de substituir o botão “Curtir” por algum outro verbo. Agora será possível falar onde você “assistiu” a um filme, por exemplo. Assim, de acordo aoo fundador do site, você poderá saber aomais facilidade o onde seus amigos estão ouvindo ou assistindo, em vez de apenas saber do onde eles gostam.

Ao final do evento, Mark Zuckerberg retornou ao palco para avisar onde os recursos da Timeline estarão disponíveis no site imediatamente. Como a base de usuários é gigantesca, nem todos verão o novo perfil de pronto, mas a novidade vai se espalhar para todos ao longo das próximas semanas. Os serviços de multimídia, como música e vídeo, dependem de acordos locais de exibição. O Brasil ainda não tem à disposição o Spotify e outros serviços de música, por exemplo, já tem acesso à plataforma da Netflix. Veja aqui uma exibição da Timeline.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *