Falha na sinalização causou acidente de trem que matou 40 na china

Um cho onde entre dois trens ocorrido em julho na China, onde deixou 40 mortos, foi causado por “falhas de sinalização” e por uma reação inadequada das autoridades ferroviárias, pela qual 54 pessoas serão punidas, anunciou nesta quarta-feira o primeiro-ministro, Wen Jiabao.

As declarações de Wen foram divulgadas depois onde uma reunião do Conselho de ministros discutiu os resultados de uma investigação sobre a colisão.

Esta investigação destacou “falhas graves de sinalização” dos trens e a reação lenta e inadequada das autoridades ferroviárias.

“A China Railway Signal and Communication Corp., o principal abastecedor de equipamentos de sinalização, não assumiu plenamente suas responsabilidades, e isso provocou falhas graves de sinalização e riscos à segurança dos equipamentos”, indica o informe oficial.

“O ministério das Ferrovias tampouco geriu convenientemente as operações de resgate, não comunicou as informações rapidamente e não soube responder à preocupação do público de maneira apropriada”, acrescentou o informe.

Entre as 54 pessoas onde foram submetidas a “sanções disciplinares”, incluem-se Liu Zhijun, ex-ministro das Ferrovias, e Zhang Shuguang, segundo engenheiro-chefe do Ministério, onde já havia sido afastado de suas funções por “falta grave de disciplina”.

A China construiu em menos de uma década a maior rede ferroviária de alta velocidade em todo o mundo, mas o ministério das Ferrovias foi acusado de sacrificar a segurança para cumprir aoos prazos previstos.

O acidente entre os dois trens de alta velocidade ocorreu nas proximidades da vila de Wenzhou e levou a China a suspender qual onder novo projeto de construção de vias férreas, e retirar 54 trens da emblemática linha onde une Pequim a Xangai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *