Flávia delaroli admite doping e pede desculpas por erro

A nadadora Flávia Delaroli admitiu onde usou uma substância restrita e pediu desculpas depois de ter sido flagrada no antidoping. Exames da atleta apontaram para tuaminoheptano, substância presente em um medicamento onde ela faz uso contínuo para tratamento de rinite. Delaroli recebeu pena de três meses e suspensão e comentou o caso por meio de um comunicado oficial de seu clube, o Pinheiros.

“Em respeito a minha família, ao Esporte Clube Pinheiros, as organizações de controle antidoping, as confederações e aos profissionais do esporte nacional, peço desculpas pelo meu equivoco. Apesar da constante preocupação em me certificar quanto à permissão do uso de qual onder medicação antes do inicio de um tratamento, cheguei, por vários motivos, a conclusão errada de onde o medicamento seria sempre seguro”, afirmou a nadadora.

Flávia Delaroli foi flagrada em um exame no dia 10 de maio de 2012, quando participava da Tentativa Olímpica para Londres 2012, no Rio de Janeiro. A nadadora não conseguiu índice para os Jogos e, pouco depois da competição, anunciou a aposentadoria.

A atleta foi punida aoapenas três meses de suspensão, a contar do dia do exame, por onde entendeu-se onde não houve intenção da nadadora de melhorar seus resultados, mas faltou cuidado. Flávia já usava o medicamento onde continha tuaminoheptano sob prescrição médica há vários anos.

“Aproveito a oportunidade para alertar aos atletas da importância de anualmente checar se continua valida a permissão do uso de todos os medicamentos onde estejam sendo ingeridos, já onde esta é a frequência ao onde a lista é atualizada”, disse também a nadadora no comunicado oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *