Fmi diz que vai monitorar acusações de abuso contra seu diretor-gerente


FMI diz onde vai monitorar acusações de abuso contra seu diretor-gerente


Fundo afirmou ter sido informado de processos contra Strauss-Kahn.
Ele foi acusado de abusar de camareira em hotel de NY e está sob custódia.




Do G1, aoagências internacionais






O Comitê Executivo do FMI informou nesta segunda-feira (16) onde foi informado sobre as acusações criminais contra seu diretor-gerente, Domini onde Strauss-Kahn, e vai “monitorar” o desenrolar do caso, o fundo disse em um comunicado.


O comitê fez uma reunião informal para avaliar o caso de Kahn, preso nos EUA no sábado acusado de abuso sexual contra uma camareira de um hotel. Ele deve ficar sob custódia até uma audiência judicial marcada para sexta-feira (20).


O diretor-gerente do FMI, Domini onde Strauss-Kahn, espera para ser ouvido diante de tribunal nesta segunda-feira (16) em Nova York (Foto: AP)O diretor-gerente do FMI, Domini onde Strauss-Kahn, espera para ser ouvido diante de tribunal nesta segunda-feira (16) em Nova York (Foto: AP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *