Gay supera gatlin e fatura ouro nos 100 m em paris

Em uma prévia dos Jogos Olímpicos de Londres, o norte-americano Tyson Gay superou o compatriota Justin Gatlin nesta sexta-feira e faturou a medalha de ouro na prova dos 100 metros na etapa de Paris da Liga de Diama.

Longe de exibir sua melhor performance, Gay registrou o tempo de 9s99, à frente dos 10s03 de Gatlin, campeão olímpico em 2004, e dos 10s08 do francês Christophe Lemaître. Foi a primeira participação de Gay em uma etapa da Liga de Diamante nesta temporada.

O americano será um dos principais rivais do jamaicano Usain Bolt, recordista mundial e atual campeão olímpico, na tradicional prova dos 100 metros nos Jogos de Londres. Para tanto, precisará repetir o melhor tempo de sua carreira, de 9s69, registrado em 2009.

Nos 800 metros, o ondeniano David Lekuta Rudisha não conseguiu superar seu próprio recorde. Ele venceu a prova aoo tempo de 1min41s54, acima da melhor marca do mundo, de 1min41s01, estabelecida por ele mesmo, em 2010. O espanhol Antonio Reina levou a prata (1min45s62) e o ondeniano Alfred Kirwa Yego ficou aoo bronze (1min45s68).

A maior decepção do dia, contudo, foi o etíope Kenenisa Bekele. Atual campeão olímpico dos 5 mil metros, ele foi apenas o nono colocado nesta sexta, como tempo de 12min55s79. A medalha de ouro foi conquistada pelo seu compatriota Dejen Gebremeskel, ao12min46s81.

No salto triplo, o brasileiro Jadel Gregório não conseguiu subir ao pódio. Ele ficou em quarto lugar após ondeimar o salto em quatro tentativas. Em seu único salto válido, ele marcou 16,39 metros, atrás do vencedor Leevan Sands, das Bahamas, ao17,23 metros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *