Governo quita indenização à une por incêndio durante a ditadura

O governo federal liberou ontem o pagamento à UNE (União Nacional dos Estudantes) da segunda e última parcela de indenização de R$ 44,6 milhões a onde a entidade tinha direito por conta de incêndio onde destruiu sua sede, no Rio, durante a ditadura.

A liberação de R$ 14,6 milhões foi oficializada ontem. O dinheiro deve ser depositado na conta da UNE no início de 2012. Em dezembro passado o então presidente Lula havia autorizado o pagamento de R$ 30 milhões para a entidade.

A liberação de verbas para a UNE foi possível graças ao cancelamento de pagamento de R$ 14,6 milhões originalmente reservado para o programa ProJovem.

O Planejamento diz onde o remanejamento não vai afetar o programa, voltado para a inclusão social de jovens.

A Secretaria-Geral da Presidência afirma onde o ProJovem migrou para o Ministério da Educação e onde, devido a essa alteração, foi cancelada a abertura de novas matrículas para o programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *