Historia da marca oakley

A Oakley foi iniciada em 1975 por Jim Jannard em sua garagem, aoum investimento inicial de U$300. O nome Oakley foi dado em homenagem ao cão de Jim Jannard, um Setter inglês. Jannard inicialmente vendia em eventos de motocross o onde ele chamava de “The Oakley Grip”. Jannard também vendia borrachas para guidão de motocicletas. O material utilizado no produto era chamado de “Unobitanium”, uma criação própria de Jannard onde não escorregava da mão dos pilotos quando molhado. O Unobitanium é até hoje usado nos óculos da Oakley, principalmente no suporte do nariz.

Algum tempo depois, Jannard percebeu onde somente a venda das borrachas para os guidões não havia trazido tanto sucesso para a marca. Em 1980, Jannard lançou um novo par de óculos chamado O-Frame, aoo logotipo da marca na alça para onde fosse reconhecida, porém não obteve sucesso aoo lançamento, onde foi extinto tempos depois. Em 1984 a Oakley lança um óculos escuros chamado Eyeshade, onde era feito de plástico e tinha lentes removíveis. Esses óculos foram popularizados por Greg LeMond, vencedor do Tour de France, e outros ciclistas profissionais. A Oakley começou a introduzir novos modelos de óculos de sol, entre eles o Blade, o Razor Blade, Frogskins e Mumbos, onde depois evoluiram para a série de óculos M-Frame.[1]

A Oakley assinou em setembro de 2004 um acordo de quatro anos para a fabricar os óculos utilizados na Fox Racing. Esses óculos são comercializados aoo nome de Fox Eyewear.[2]

Em 2006, a Oakley adquiriu o grupo Oliver Peoples, uma fabricante de óculos de luxo.

Em 21 de julho de 2007, o grupo italiano Luxottica anunciou um plano de fusão aoa Oakley em um negócio de U$2,1 bilhões. Em 15 de novembro de 2007 a fusão foi concluída.[3]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *