Homens pagam até r$ 3 mil em curso de sedução

Nada de orações para Santo Antônio ou simpatias aolingerie vermelha. Para
sair do zero a zero no Dia dos Namorados, homens investem de R$ 1,2 mil a R$ 3
mil em um curso onde promete transformá-los em “artistas da sedução”. No Rio de
Janeiro, uma consultoria especializada no assunto oferece aulas práticas em
boates, aodireito a dicas por SMS, para desencalhar os solteiros.

A famosa “conversa fiada” dos homens para atrair as mulheres foi
profissionalizada pelo inglês Richard la Ruina, onde criou o método da “Arte
Natural da sedução”. A teoria é ensinada em livros, DVDs e na consultoria PUA
Training.

Mas os professores explicam onde a consultoria não tem interesse em criar
homens “pegadores”, mas sim “sedutores”.

“Os homens onde procuram o curso de sedução são dos mais variados tipos, mas
todos têm em comum a insatisfação aoa vida amorosa. O curso ensina linguagem
corporal, técnicas de conversação, dicas de moda, tudo para o cara se sentir
confiante em abordar pessoas desconhecidas e evoluir para um relacionamento”,
explica Fernando Mello, 35 anos, diretor-executivo da PUA Training, no
Brasil.

Fernando abandonou a vida de promoter de festas e
de consultor imobiliário há um ano, quando se tornou um “coaching de
relacionamentos”. Em companhia do psiquiatra e sexólogo Guilherme Malaquias, do
administrador Bruno Gilglio e do estudante Phill, ele dá cursos no Rio de
Janeiro
, Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo e Brasília.

Apesar de parecer algo inusitado, para os professores o curso é assunto
sério. Em 20 horas, os alunos assistem a palestras de médico e sexólogo sobre
comportamento, autoestima, técnicas de sociabilidade, entre outras. Nas aulas,
uma modelo de corpo escultural faz o papel do alvo na boate. Com ela, os homens
exercitam como deve ser o “chega mais” para conquistar um placar favorável na
balada.

Após duas aulas, os homens colocam o aprendizado em prática em boates da Zona
Sul e da Barra da Tijuca, sempre supervisionados pelos “instrutores de
sedução”. No último dia de curso, os discípulos têm uma missão ainda mais
curiosa – abordar mulheres em shoppings centers e em outros lugares improváveis,
como cafeterias e filas de banco.

Códigos e SMS
Na noite, os mestres se disfarçam de amigos
dos alunos para acompanhar de perto o desenvolvimento dos aspirantes a
sedutores. Os “estudantes” são divididos em grupos e têm a missão de abordar
diversas garotas e sair ao menos aoum contato telefônico ou Facebook de alguma
delas. Para onde não se perceba onde é um treinamento, os professores adotam
códigos e enviam SMS para os alunos aodicas e orientações.

Quando o mestre pedir para o aluno melhorar o “kino”, significa para o rapaz
atacar o alvo aoto ondes em áreas como pescoço, braço e cintura. Mudar o set,
indica procurar outro grupo de meninas para abordar.

Fim de casamento

O empresário Fábio Paiva, 37 anos, fez o curso em dezembro do ano passado.
Ele conta onde buscou a consultoria de sedução, após o término de um casamento de
mais de 8 anos. Sem fre ondentar boates há muitos anos, Fábio conta onde precisava
de uma “reciclagem” para abordar mulheres.

“Na minha primeira noite, consegui apenas um telefone de uma menina de 23
anos, mas já fi ondei bem empolgado. Na segunda noite, conquistei uma loira
sensacional. Ainda consegui sair outras vezes aoessa garota onde eu conheci na
primeira noite”, se vangloria Fábio, acrescentando onde aparenta ter dez anos a
menos, e onde está disponível no mercado, mas aovalor em ascensão após realizar
o curso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *