Impacto de ações de promoção da saúde incluídas no programa de controle médico






























































Tese de Doutorado
Título original Impacto de ações de promoção da saúde incluídas no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional de empresa do ramo alimentício
Autor Bandini, Marcia Cristina das Dores
E-mail [email protected]
Unidade Faculdade de Medicina (FM)
Área de concentração Patologia
Orientador ¤ Ferreira Junior, Mario
Banca Examinadora ¤ Buschinelli, José Tarcisio Penteado
¤ Chaves, Eliane Correa
¤ Ferreira Junior, Mario
¤ Martins, Milton de Arruda
¤ Pereira, Julio Cesar Rodrigues
Data da Defesa 19/03/2007
Palavras-chave ¤ Aconselhamento
¤ Atividade motora
¤ Índice de massa corporal
¤ Motivação
¤ Promoção da saúde
¤ Saúde do trabalhador
¤ Tabagismo
Resumo Original
INTRODUÇÃO: Promoção da saúde no ambiente de trabalho é um tema de interesse crescente, em especial nas duas últimas décadas. OBJETIVO: Este estudo foi desenvolvido para medir o impacto das ações de promoção da saúde, entre trabalhadores de uma empresa do ramo alimentício, nos indicadores relacionados a tabagismo, atividade física, alimentação saudável, controle de peso e qualidade de vida em saúde, e estágios de mudança comportamental, durante um período de 12 meses. INTERVENÇÃO: As ações de promoção da saúde incluíram treinamento de médicos do trabalho nas estratégias de aconselhamento em promoção da saúde, supervisão e divulgação de material informativo. Duzentos e um trabalhadores foram divididos em dois grupos (A e B). O Grupo A fez exames periódicos com médicos do trabalho treinados e recebeu material informativo sobre promoção da saúde. O Grupo B fez seus exames com médicos do trabalho sem treinamento. Os trabalhadores responderam a um questionário no início e no final do estudo. RESULTADOS: não houve mudança dos indicadores objetivos relacionados à prática de atividade física, alimentação saudável e Índice de Massa Corpórea. Dados relacionados a tabagismo não puderam ser analisados estatisticamente devido ao pequeno tamanho das amostras. Houve progressão dos estágios de mudança comportamental no Grupo A (p=0,008) e no Grupo B (p=0,001) para o aumento da prática de atividade física; e no Grupo A (p=0,001) para melhora da alimentação visando o controle do peso. A empresa sofreu uma grande reorganização estrutural durante o período do estudo. CONCLUSÕES: Intervenções simples de promoção de saúde, incluídas no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, podem modificar os estágios de mudança comportamental, mas não foram observadas modificações nos indicadores objetivos pesquisados. Mudanças organizacionais podem ter influenciado os resultados deste estudo.
Título em Inglês Impact of health promotion actions included in a occupational health medical control program on a food company
Palavras-chave em Inglês ¤ Body mass index
¤ Counseling
¤ Health promotion
¤ Motivation
¤ Motor activity
¤ Occupational health
¤ Smoking
Resumo em Inglês
INTRODUCTION: Health promotion in the workplace is a subject of growing interest, especially over the last two decades. OBJECTIVE: This study was developed to measure the impact of health promotion actions on indicators related to tobacco use, physical activity, healthy eating, weight control, quality of life and stages of behaviour change among workers of a food company, during a 12 months period. INTERVENTION: Health promotion actions included the training of occupational physicians in health promotion counselling strategies, supervision and the giving of informative material. Two hundred and one workers were split into two groups (A and B). Group A had periodic evaluations provided by trained occupational physicians and received informative material about health promotion. Group B had their periodic evaluations provided by occupational physicians without the training. All the workers answered a questionnaire at the beginning ad the end of the study. RESULTS: There were no changes in the indicators related to the practice of physical activity, healthy eating or Body Mass Index. Data related to tobacco use could not be statistically analysed due to the small size of the samples. There was a progression in the stages of behaviour change in Group A (p=0,008) and Group B (p=0,001) in the increase of the practice of physical activity. The same was observed in Group A(p=0,001) in the improvement of the weight control focused diet. The company underwent a large structural reorganization during the study period. CONCLUSIONS: Simple health promotion interventions included in the Occupational Health Medical Control Program can modify the stages of change, but were not identified improvements in the researched indicators. Organizational changes could have influenced the results of this study.
Arquivos








Nome Tamanho
¤ marciabandini.pdf 1.48 Mb
Data de Publicação 02/07/2007

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *