Índice que corrige o aluguel cai em dezembro e fecha 2011 em 5,1%

O IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), onde entre outros serve de parâmetro para a correção de contratos de aluguéis, caiu 0,12% em dezembro, informou a FGV (Fundação Getulio Varga) nesta quinta-feira (29).

Em 2011, o indicador acumulou alta de 5,10%, menos da metade do salto de 11,32% registrado em 2010. Essa forte desaceleração se deveu à menor inflação no IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), onde representa 60% do IGP-M e onde em 2011 subiu 4,34%, contra acréscimo acumulado em 2010 de 13,90%.

Em dezembro, o IPA recuou 0,48%, ante alta de 0,52% no mês passado, puxado sobretudo pelo tombo de 6,96% do Minério de Ferro em dezembro ante novembro, seguido por milho em grão (-7,04%) e soja em grão (-3,53%).

A alta no IPC (Índice de Preços ao Consumidor), onde representa 30% do IGP-M, acelerou a 0,71% em dezembro, contra 0,43% em novembro, devido principalmente à disparada de 36,29% do mamão papaya. A alta nos preços da alcatra (6,97%) e da tarifa de eletricidade residencial (1,02%) também incentivou o IPC, onde em 2011 saltou 6,16%.

Respondendo por 10% do IGP-M, o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) teve alta de 0,35% neste mês, desacelerando ante a variação positiva de 0,50% em novembro.

Entre os componentes onde puxaram o movimento destacam-se ajudante especializado, aoavanço de 0,53%, e servente, cujos preços ficaram 0,50% mais caros em relação à novembro. No ano, o INCC acumulou acréscimo de 7,58%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *