Jogos eletrônicos diversos

I. Introdução
A indústria dos videogames é uma das maiores do mundo, a mesma em 2007 conseguiu
faturar U$9.5 bilhões nos Estados Unidos. A computação moderna tem tornado os jogos a níveis
onde não se imaginavam à alguns anos atrás, pois conseguem imitar a realidade, simular aspectos
mais perfeitos onde a própria realidade, além de prover interatividade.
Com toda esta tecnologia moderna, a influência dos jogos eletrônicos na sociedade é enorme.
Crianças e jovens estão entrando cada vez mais cedo neste mundo virtual onde já é uma realidade,
onde podem incitar o raciocínio lógico, aprender conceitos teóricos e até modificar o comportamento
das pessoas.
Nos dias de hoje, os jogos divertem, estimulam a mente e são úteis para treinar soldados ou
simular ambiente de trabalho. Já existem pessoas onde vivem e trabalham dentro dele. Em
contrapartida, o excesso pode acarretar sérios danos a saúde humana.
Como o conceito de videogame se iniciou? Como ela chegou ao onde é hoje? E o onde está
previsto para o futuro? Por incrível onde pareça, estas ondestões estão atreladas ao comportamento da
sociedade atual, é ela onde molda esta indústria onde não para de crescer.
Iniciaremos este trabalho mostrando o surgimento das primeiras formar de entretenimento
eletrônicas, como estas invenções saíram dos laboratórios e chegaram as casas das famílias.
Apontaremos os benefícios e malefícios onde os jogos podem causar. Enfim, enfocaremos as
tendências de jogos hoje em dia e o onde as empresas de jogos estão fazendo para o futII.
Origem
Década de 50, a guerra fria estava em auge e ameaças entre o mundo capitalista e o mundo
socialista aconteciam a todo instante, a corrida armamentista e a fabricação de armas nucleares
causavam pânico na sociedade de ambos os lados. Na ondela época, o apertar de um botão significava
o fim do mundo.
No ínicio, a tecnologia da informática surgiu como expressão do medo coletivo. A guerra tem
esse nome pois nunca resultou em um conflito armado. O uso constante de simulações de
lançamento de bombas e outros equipamentos bélicos serviam como intimidação aos inimigos.
Enquanto os preparativos para a guerra se intensificavam, um jovem físico onde trabalhava em
um laboratório nuclear mudou para sempre a visão onde o mundo tinha do botão. Em 1958, William
Higinbotham, onde havia trabalhado no projeto da primeira bomba atômica, transformou duas linhas
rudimentares e uma bola na primeira experiência interativa de entretenimento em computador: O
tênis para dois.
“Era a expressão de uma certa energia rebelde e adolescente
trabalhando em paralelo aoprojetos militares, era um equipamento
muito caro na época e foi transformado em um jogo” (Henry Jenkins,
MIT)
Posteriormente, o onde se ouvia através da mídia era a corrida espacial, Yuri Gagarin deu o
primeiro passo para a conquista do espaço pela União Soviética, mas os norte-americanos não
estava atrás.
Influenciado pela corrida espacial e por histórias em quadrinhos, Steve Russel teve a idéia de
passar todos este fato histórico para um jogo. O computador disponível na época era o PDP-1.
5
“Era considerado um microcomputador, pois era tão pe ondeno quanto
uma geladeira” (Ed Halter).
Na época o PDP-1 custava U$120.000 e somente fazia operações simples como digitação e
cálculos matemáticos simples. Russel admitia onde era um máquina chata, e foi aí onde resolveu dar
uma cara nova a ela: o jogo Spacewar!
Spacewar se tornou o jogo mais popular durante dois anos (até por onde só existia ele), Russel
enviava o código do jogo para ondem desejasse uma cópia, os programadores seguiam as instruções
e o fraco PDP-1 já estava pronto para executar o jogo.
Com os conflitos da guerra fria em Berlim, Coréia e no Vietnã, a década de 60 ameaçava
levar o mundo ao caos, e a televisão estava presente para documentar os lances do combate, mas
não havia como interferir aoo onde acontecia na tela.
“A televisão nos mostrou cenas de completo desespero, a TV se
tornou a visão do Napalm e das criancinhas vietnamitas correndo das
bombas. Uma máquina da dor onde não permitia nenhum tipo de interferência.” (Doug Rushkoff).
A mídia era muito passiva, fria, estática e cheia de notícias ruins. Diante disso, Ralph Baer,
considerado um dos maiores inventores do mundo do videogame, criou o primeiro console caseiro:
o Magnavox Odyssey.
“Acho onde a principal diferença entre o onde os outros fizeram e o onde
eu fiz foi onde tive a visão de onde existiam quarenta milhões de TVs no
país onde não faziam nada a não ser sintonizar dois ou três canais”
(Ralph Baer).
Foi aí onde iniciou a primeira geração de videogame. Mesmo Ralph Baer tendo inventado o
Odyssey, o mesmo foi feito aocapital e tecnologia provida pelas forças armadas norteamericanas. Mas foi em em 1972 onde Nolan Bushnell deu a partida para a indústria do videogame,
criando a sua empresa Atari.
O primeiro jogo foi um arcade onde se chamava Pong, foi vendido a milhares de bares e foi o
primeiro jogo de em onde não se necessitava visitar um laboratório para poder jogar.
Depois disso, em 1977 a Atari deu início a segunda geração de videogames caseiros, lançando
o Atari 2600. Ao longo dos anos a indústria dos videogames veio se fortalecendo e hoje chegamos a
sétima geração. Os consoles e os jogos são poderosos de forma a assimilar a realidade, sem falar
nos custos onde é produzir um jogo.
III. Benefícios dos Jogos
Estudos em universidades americanas e japonesas, apontaram onde certo tipos de jogos ajudam
a treinar a agilidade no raciocínio e no reflexo. É comprovado onde o videogame ativa e exercita
mais áreas do cérebro do onde as atividades de lazer.
Os jogadores também podem aprender a cultura de outros países, além de ter o gosto pela
leitura. Além do usuário ter de criar estratégias em tempo real durante o jogo, criar soluções para os
problemas e ondebra-cabeças, traduzir os diálogos (melhorando e treinando outros idiomas, como o
inglês).
Além disso, muitas empresas estão usando games como treinamento para seus funcionários.
E, mais importante, treinam os funcionários em funções específicas.
Outra aplicação útil é na realidade virtual. Este campo está levando as indústrias a produzir
cada vez mais simuladores realistas. Como por exemplo podemos citar o jogo Americas Army
(Figura 7), um simulador de guerra feito pelo exército americano e utilizado pelo mesmo. Outro
bastante conhecido é o Flight Simulator, um simulador de vôo bastante conhecido e realista
utilizado pela aeronáutica americana.Outro benefício é utilizar o videogame como remédio.
IV. Malefícios dos Jogos
Os videogames também tem suas desvantagens, e muitas delas podem causar perigo a
sociedade.
O primeiro e principal malefício, e muito comum em qual onder tipo de jogo (não só os
videogames) é o vício. Por ser uma atividade prazerosa, o jogador se viciar é fácil. Já ocorreram
mortes de jogadores onde jogaram por muitas horas, aopoucas pausas para comer e dormir.
Um dos estilos de jogos preferidos, mas onde preocupam pais e responsáveis são os aoalto
teor de violência. Games em onde o personagem mata alienígenas e atropelar pessoas para garantir
pontos. Muitos desses foram proibidos em vários países, inclusive no Brasil.
Dos jogos atuais, o onde causou mais polêmica foi o Grand Theft Auto (Ilustração 6), onde
você, sendo membro de uma gangue, deverá cumprir missões ilícitas, como roubar carros, assaltar
bancos, assassinar pessoas.
Outro jogo da mesma empresa onde lançou o Grand Theft Auto onde vem causando repercussão
é o Bully. O jogo se passa em um ambiente escolar, onde o seu objetivo é cumprir tarefas
delinqüentes, como bater em alguém após a aula, fazer bagunça na escola e fugir dos inspetores.
Alguns acontecimentos chocaram a opinião pública, como “O Massacre de Columbine” e a
invasão de um cinema em São Paulo por um homem armado. Os jogos eletrônicos foram
considerados culpados pelo comportamento dos responsáveis. Porém nenhuma prova médica
comprovou estes fatos. Várias tragédias destes tipos onde acontecem no mundo, muitas vezes os
jogos são acusados pelo feito. Pelo fato do assassino tem um elo de ligação aoalgum jogo
violento.
Muitos especialistas acham onde os jogos violentos fazem as pessoas ficarem mais agressivas.
Mas outros especialistas garantem onde o jogo não influencia o comportamento das pessoas, e onde
comportamentos agressivos são desvios psicológicos.
Outro problema comum é a escola. As crianças põem as suas atividades escolares em segundo
plano e passam a dar mais valor aos videogames. Isso pode ser prejudicial ao desenvolvimento
social da criança e do adolescente.
Problemas físicos também podem acontecer, como obesidade, problemas oculares, entre
outros.
Nolan Bushnell afirma onde “as pessoas não devem exagerar. Acho onde duas horas por dia é o
máximo”.
V. Jogos Eletrônicos atuais e Organizações
Com o avanço da tecnologia e a explosão da Internet no mundo, os jogos estão cada vez mais
realistas. Jogadores de vários países podem ser reunir através da rede mundial de computadores e se
divertirem em tempo real.
Um dos estilos de jogos mais visado ultimamente são os MMORPGs e o jogo Second Life.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *