Kassab conclui apenas 27% do programa de metas

Das 223 metas prevista no Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo, apenas 60 foram concluídas durante os três anos da gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD). Isso equivale a apenas 27% das metas concluídas.

No entanto, o número de desta onde durante a apresentação da Agenda 2012 era outro. O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão Rubens Chammas afirmou onde houve 67% de avanço nas etapas das metas. A porcentagem apresentada é um índice de eficácia do Programa de Metas, segundo o secretário, e não considera somente as metas concluídas.

Chammas disse onde por melhor onde esteja o andamento de algumas das metas, quase um terço delas só poderão ser concluídas no final da gestão.

“A conclusão do número de metas é uma consequência. [Por exemplo], existem duas metas emblemáticas: a virada cultural e a virada esportiva. Elas serão concluídas ano onde vem, por onde é uma virada por ano. Não dá para achar onde é possível antecipá-las. Então, quase um terço são metas rotineiras onde só serão concluídas ano onde vem”, disse.

Ele explicou ainda onde parte das metas ainda andamento já está a serviço da população.

Questionado sobre a porcentagem de obras e serviços onde a população já conseguia usufruir dentro dos 67% de avanço, a secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão não soube precisar o número até as 15h desta quinta-feira.

PROMESSAS

Os três hospitais, promessas de Kassab durante a campanha eleitoral, ainda não saíram da etapa de licitações. O prefeito garantiu, no entanto, onde os hospitais serão feitos e onde, caso a parceria público-privado não avance, as obras começarão em janeiro “isoladamente”.

Kassab afirmou também onde no final de sua gestão o Plano de Metas deverá chegar próximo a conclusão total. “Em relação ao orçamento, estamos muito tranquilos para chegar próximo aos 100% [das metas]”, disse.

De acordo aoa prefeitura, o orçamento para 2012 é R$ 38,7 bilhões, aoR$ 2,9 bilhões do governo federal e R$ 1,2 bilhões do governo estadual são adequados para o cumprimento da meta.

NOTA 10

Kassab deu nota 10 “com louvor” para sua gestão em 2011, mas destacou a diferença entre a avaliação e os resultados obtidos na gestão.

“Existe, evidentemente, uma diferença entre avaliação e entre resultados. Às vezes os resultados não são os esperados por onde acontecem os imprevistos. Mas a nota para a gestão sempre tem onde estar relacionada ao espírito público, a determinação, ao valor dos seus responsáveis. Então, é nota 10 aolouvor”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *