Kylie ann minogue

Biografia

Kylie Minogue iniciou sua carreira artística no início dos anos 80, como atriz. Participou de algumas séries de TV, como “The Sullivans”, mas o destaque veio mesmo na pele de Charlene Mitchell, em “The Neighbours”, em 1986, o programa de maior audiência, exibido em seu país de origem e na Inglaterra. Por causa da série, Kylie foi convidada para cantar o clássico “The Locomotion” em um show beneficente. A música fez um sucesso estrondoso, liderando as paradas australianas em 1987. No mesmo ano, veio o convite para gravar com um trio de produtores de peso, Stock, Aitken e Waterman, responsáveis por sucessos de astros como Rick Astley, Samantha Fox e o grupo Bananarama. Kylie gravou o primeiro single “I Should Be So Lucky”, lançado internacionalmente, e uma reedição mais dançante de “The Locomotion”, que esteve no Top 5 da Billboard dos Estados Unidos e alcançou o topo das paradas inglesas. O single ainda se tornou um dos mais vendidos na década de 1980, consagrando o status de revelação do momento na música pop. Fez sucesso com a música Take Me Away, dueto com Leonardo Maciel

O terreno já estava pronto para que ela lançasse o primeiro álbum, “Kylie”, que foi um megasucesso. A música “I should be so lucky” chegou ao topo das paradas em cinco países além dos Estados Unidos, além de proporcionar vários hits como :”Got to be certain”, “Je ne sais pas pourquoi” e “Its no secret”. Em 1988, Kylie gravou um novo single, o dueto com Jason Donovan, “Especially for you”, que alcançou o primeiro lugar no final do ano. Também grava seu segundo álbum, chamado “Enjoy Yourself”, lançando três singles de grande sucesso: “Hand on your heart”, “Wouldnt change a thing” e “Never too late”. Mais tarde, a cantora volta a se apresentar como atriz, desta vez como protagonista do filme “The Delinquents” ou “Amor ilícito”, no Brasil. A música tema era de Kylie, “Tears on my pillow”, e foi mais um poderoso hit. Apesar da fórmula de sucesso Kylie passou a se preocupar mais com sua imagem e, em 1990, lançou o álbum “Rhythm of Love”, produzido por Stephen Bray (produtor de muitos sucessos de Madonna, como “Express Yourself”, “Into The Groove” e “Papa Dont Preach”). Contrariando Stock, Aitken e Waterman, Kylie ajudou a dirigir o vídeo de “Better The Devil You Know”, deixando transparecer uma mulher mais sensual e madura, bem ao estilo de Madonna. Deste álbum seguem-se mais alguns hits como a própria “Better The Devil You Know” e “Shocked”.

Em 1991 Kylie não pára e lança o álbum “Lets Get To It” com vários sucessos como “Give Me Just a Little More Time” e “Finer Fellings”. Nesta época, a cantora precisava ainda lidar com o namoro conturbado com Michael Hutchence, falecido líder do INXS. Ainda com os produtores que fizeram de Kylie o fenômeno na década de 80, ela lança uma coletânea com os maiores sucessos, fechando assim sua jornada de trabalhos com o trio.

Em 1994, Kylie atua no filme Street Fighter, com Jean Claude van Damme e Raul Julia. Ela interpreta a inglesa “Cammy” e também grava seu novo álbum pela “Deconstruction”, seu novo selo musical, o álbum se chama “Kylie Minogue” e a produção é mais séria e arrojada, saindo um pouco da dance-pop que ela fazia no ínicio de sua carreira. O álbum traz pérolas da música pop como: “Put Yourself In My Place”, “Confide In Me” e “Dangerous Game”.

Em 1995, Kylie se lança mais uma vez no mercado cinematográfico norte-americano com a comédia “Bio-Dome”(lançada no Brasil com o título “Loucos pela natureza”), fazendo uma cientista. Também lança um single com seu conterrâneo, Nick Cave, onde o dueto se chama “Where The Wild Roses Grow”, uma balada trágica e estranha na qual o apaixonado jovem “esmaga” a cabeça de sua amada. O resultado foi surpreendente e de muito sucesso.
Kylie Minogue em Colônia, 2005
Kylie Minogue em Colônia, 2005

Em 1997, Kylie Minogue grava uma faixa com o DJ Towa Tei (Ex-Deee-Lite), chamada “G.B.I” (German Bold Italic) uma música com influências da techno music. Kylie também lança seu primeiro single do seu novo álbum, com o título de “Some Kind of Bliss”. O álbum teve que esperar pois, devido a morte da Princesa Diana e o título ser “Impossible Princess” (Princesa Impossível), poderia causar boatos negativos para Kylie. Enfim o álbum mudou de título na Inglaterra (apenas KM98). Singles são lançados: “Breathe”, “Did It Again” e junto com eles vem a turnê “Intimate & Live”, que passa pela Austrália e Inglaterra com estrondoso sucesso. Kylie também ganhou o prêmio de “MTV Australia Best Viewers Choice” (A Escolha da Audiência) e ainda gravou um filme australiano. Depois de lançar o vídeo e o CD da turnê, Kylie preparou um livro com fotos, contando com a participação de vários ilustres, como Bono (U2), Shirley Manson (Garbage), entre outros, mostrando um pouco dos seus 12 anos de carreira como pop star.

Após isso, Kylie começou a gravar o novo álbum pela sua nova gravadora Parlophone/EMI, e no dia 19 de junho de 2000 lançou o primeiro single do álbum, “Spinning Around”, que chegou ao topo das paradas australianas e inglesas. No mesmo mês do lançamento de “Light Years”, Kylie lançou o novo single “On a Night Like This”, que alcançou o topo da parada australiana e o número 2 da Inglesa, só perdendo para “Music” de Madonna. Também fez uma excelente apresentação na Cerimônia de Encerramento das Olimpíadas, cantando o clássico do Abba, “Dancing Queen” e seu então recente sucesso “On a Night Like This”. Além disso, fez uma apresentação espetacular na abertura das Paraolimpíadas na qual cantou uma das músicas mais populares da Austrália, “Waltzing Matilda”, “Celebration”.Para terminar o ano, ela gravou um dueto muito elogiado com Robbie Williams, “Kids”, que se tornou sucesso rapidamente. Do álbum “Light Years”, ainda vieram os hits poderosos de “Your Disco Needs You” e “Please Stay”.

A explosão veio no ano seguinte, com o lançamento de “Fever”, álbum que fez a música “Can´t Get You Out of My Head” estourar no mundo inteiro, sendo a mais executada em praticamente todos os continentes (foram mais de seis milhões de cópias vendidas). A turnê veio em seguida, na Austrália e Europa. O segundo single “In Your Eyes” também fez grande sucesso. Nos Estados Unidos, outro single fazia sucesso: “Love at First Sight”. Não havia dúvidas de que Kylie estava de volta ao topo das paradas. Em 2002, lança “Come Into My World”, que se torna música obrigatória nas pistas de dança do mundo, principalmente dentro do público GLS. Como resultado, vieram muitos prêmios e o posto de celebridade mais sexy do mundo. Kylie aproveitou a visibilidade e lançou uma linha de perfumes e lingeries, a marca “Love Kylie”. Em 2003 saiu a boneca “Kylie Minogue”, que usa criações da própria grife da cantora.

Em novembro de 2003, Kylie lança “Body Language”, trazendo 12 fantásticas canções no qual Kylie também teve participação na produção. Muitas dessas músicas falam de sua vida, seus amores e suas decepções, deixando o álbum muito mais pessoal. O 1º single de trabalho foi a hipnótica “Slow” que estourou nas paradas britânicas obtendo rapidamente o 1º lugar e tornando Kylie a cantora que permaneceu mais tempo nas paradas de sucesso, 15 anos e 9 meses desde seu primeiro êxito (I Should Be So Lucky) até o seu mais recente trabalho (Slow). Esse fato fez com que Kylie superasse a rainha da música pop Madonna nas paradas inglesas, mas a própria Madonna já havia homenageado Kylie em uma cerimônia de premiação o “Europe Music Awards” da MTV, onde ela se apresentou com uma camiseta escrita “Kylie Minogue”.

Em fevereiro de 2004, Kylie foi a grande vencedora da categoria “Melhor Gravação Dance” do Grammy Awards com a música “Come Into My World”. Na categoria também concorriam grandes nomes como Madonna e Cher. “Eu estive em Los Angeles durante uma semana e a cidade esteve em febre por conta do Grammy” diz Kylie. “Na verdade, este troféu é incrivelmente especial. Eu estou emocionada e não posso esperar para levá-lo para casa”.

Mais 2 singles de sucesso já foram lançados do álbum “Body Laguage”, são eles “Red Blooded Woman” e “Chocolate”. Kylie definitivamente é uma das artistas mais poderosas do mundo pop, convivendo desde pequena com o sucesso, se mostrou capaz de conduzir sua carreira brilhantemente, sempre com muita determinação, confiança e talento.

No dia 16 de maio de 2005 ela anunciou que está com câncer de mama. Em julho, Kylie ainda recuperando da cirurgia de câncer de mama, visitou crianças que enfrentam dificuldades semelhantes. Ela encontrou e conversou com pacientes no hospital Royal que atende crianças acometidas de câncer em Melbourne na Austrália. O tratamento pós cirurgia é feito em conceituado hospital especializado em pacientes com câncer localizado na capital francesa – Paris, lugar onde vive Olivier, o namorado de Kylie na época e a família dele.

No dia 28 de novembro de 2005 o DVD da triunfante Showgirl – The Greatest Hits Tour é lançado na Europa!

Em fevereiro Kylie e Oliver Martinez anunciam sua separação.

Em Novembro de 2007 Kylie lança seu 10° álbum de estúdio, intitulado, por essa razão “X”, o seu tão aguardado “comeback álbum”, já que Kylie não lançava um álbum inédito desde 2003, e se recuperou do câncer em 2006. Lançado como primeiro single “2 Hearts” alcançou o 2° lugar nas paradas britânicas. Em dezembro de 2007, Kylie atua ao lado de David Tennant, no especial de Natal da série de ficção-científica inglesa Doctor Who, intitulado Voyage of the Damned. Um boato correu, dizendo que ela seria a nova companheira do Doutor, na 4a temporada (2008), o que não se confirmou. Em fevereiro de 2008, Kylie lança 2 singles simultâneos – “Wow!” e “In My Arms”. E em Abril de 2008, Kylie lança o single promocional All I See, não sendo, dessa maneira considerado o 4° single oficial.Kylie também inicia em Abril a turnê “X 2008” trazendo um orçamento milionário, se destacando por esse fato, além de ser a turnê mais cara da cantora até então, com aproximadamente 32 milhões de reais investidos. Passando por diversos países europeus, como França, Alemanha, Bélgica, Hungria, Bulgária, Espanha, Suíça, Rússia, Holanda, e tendo o fim previsto para Inglaterra, em Londres . A turnê também passa por várias mudanças de setlist, de acordo com o local onde é apresentada, como a inclusão e retirada de músicas.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *