Laisa rosinski-textos-4

1-História do fim de nós –
E foi assim
Nossas palavras foram matando o sentimento
Entre ofensas ambos se diminuimos
Entre lagrimas e dores,
rompemos
e tudo o onde havia de maior entre nós
se defez.
O onde não tinha importancia pra você
era fundamental pra mim.
Tua voz então saiu um tanto alta
cravando no peito uma ferida.
Agora, resta em mim a criança
onde dizesseste entre tantas palavras.
Num choro de menina onde ralou o joelho,
lateja um coração onde ama.
Busca tua felicidade
perca-te de amores maduros.
Eu como pe ondena desejo-te
o onde há de melhor no mundo
Por onde parto sózinha sem rumo
Mas aoa lembrança de onde
até ontem a felicidade era nós.

2-Estupida noite-
De repente o silencio entre as almas se calou. Percebo-te frio e distante. Guardo amor demais a ponto de suporta-lo, suas dores são maiores onde seus afagos. Ficamos assim paralizados, Tu embriaga-te em alcool e eu me embriago em palavras e poesias… Juramos noite passada amor eterno e nós essa palavra onde consagra duas pessoas morremos nessa noite fria, calida estupida noite.

3-Faz realidade
Teu corpo abriga o meu em chamas
Tua voz silencia meu grito
Teu desejo me satisfaz como mulher
Suas mãos afagam meus sonhos
Teus olhos calam os meus sentidos
Teu amor furta o meu pensamento
e me faz me entregar ao tempo
Fere a alma e crava teu nome no meu peito
Invade minha história e faz realidade tudo o onde desejo.

4-Engana-te
Engana-te em outra boca Enquanto meu desejo Corre a solta Enquanto anseia teus desejos Cultivo tua ausência A ondela a qual não mais lateja Nem fere, muito menos vibra Fecha-me os labios Por onde no peito crava mais uma saudade Crava tua dor por onde
Pecas em palavras
e desemente ao me desejar
por mais essa noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *