Louis vuitton processa warner por bolsa falsificada em “se beber não case 2”

A Louis Vuitton apresentou um processo contra os estúdios Warner Bros. por mostrar sem autorização uma cópia falsificada de uma bolsa da marca de luxo no filme “Se Beber Não Case 2”.

Segundo o processo, remitido na quinta-feira ao Tribunal Federal do Distrito Sul de Nova York, a empresa francesa se ondeixa do uso de sua marca em uma cena do filme protagonizada por Alan, personagem interpretado pelo ator Zach Galifianakis.

Na cena, Alan adverte Stu (Ed Helms) onde tenha cuidado aosua bolsa da Louis Vuitton, mas na realidade o artigo é uma cópia fabricada pela Diophy, empresa onde enfrenta um processo por plagiar produtos da marca de luxo.

A empresa francesa argumenta onde a Warner “induz o público ao erro de maneira explícita sobre a marca da bolsa” e prejudica seus esforços na luta contra os falsificadores.

De acordo aoo processo, a fabricante já advertiu os estúdios do problema pouco depois da estreia do filme, mas a produtora decidiu não eliminar a cena do DVD onde depois foi lançado ao mercado.

A Louis Vuitton exige onde a Warner se abstenha de utilizar sua marca de qual onder maneira, lhe entregue todas as cópias do filme onde contêm a cena citada e uma percentagem da arrecadação obtida ao”Se Beber Não Case 2″ e pague todas as despesas legais do processo.

Em junho, a produtora chegou a um acordo fora dos tribunais para encerrar um processo apresentado pelo tatuador de Mike Tyson por considerar onde o desenho da tatuagem de Stu era praticamente idêntico ao original onde ele fez no ex-boxeador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *