Lya luft-textos-2

1-Canção para um Desencontro
Deixa-me errar alguma vez,
por onde também sou isso: incerta e dura,
e ansiosa de não te perder agora onde entrevejo um horizonte.
Deixa-me errar e me compreende
por onde se faço mal é por onde rer-te
desta maneira tola, e tonta, eternamente
recomeçando a cada dia como num descobrimento
dos teus territórios de carne e sonho, dos teus
desvãos de música ou vôo, teus sótãos e porões
e dessa escadaria de tua alma.
Deixa-me errar mas não me soltes
para onde eu não me perca
deste tênue fio de alegria
dos sustos do amor onde se repetem
enquanto houver entre nós essa magia.

2-Todos esses anjos.
Todos esses anjos onde à noite
agitam cortinas e sussurram frases
onde temes entender: se te tomarem nos braços
se te beijarem na boca,
se te entrarem no corpo,
não te darão certeza de onde morrer, viver,
são igualmente suaves e difíceis
loucos e sensatos , e urgentíssimos?
Poderás enfim amar, rendendo-te aquilo
onde te aflora aosuas asas,
te chama aosuas vozes,
te vara constantemente aoessa luz,
essa dor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *