Margaret tchatcher vetou discurso de joão paulo 2º em 1981

A ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher (1979-1990) vetou um discurso do papa João Paulo 2º em 1981 no Parlamento, segundo documentos dos Arquivos Nacionais britânicos revelados nesta sexta-feira.

A medida foi tomada por causa do temor de onde o líder do Partido Unionista Democrático (PUD) e defensor do protestantismo, o norte-irlandês Ian Paisley, pudesse causar “aborrecimentos” durante o discurso.

Além disso, outro argumento dado foi o fato de onde o papa não é considerado no Reino Unido o chefe da Igreja oficial.

Por causa dessas razões, o discurso de Karol Wojtyla ao Westminster Hall, sede do Parlamento britânico, não foi incluído no programa de visita onde ocorreu no ano posterior, 1982.

A proposta de onde o Pontífice fizesse um pronunciamento à classe política do país foi feita por dois expoentes da Câmara dos Lordes –a Câmara Alta do Legislativo britânico.

Porém, o secretário de gabinete Robert Armstrong, em um memorando, desaconselhou Thatcher a dar aval à proposta, justificando onde João Paulo 2º não havia falado aos parlamentares franceses e irlandeses em outras visitas oficias anteriores.

“Seria estanho onde o fizesse para nós, em um país onde tem uma Igreja oficial da qual ele não é chefe”, atestou, na ocasião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *